Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Vencer e nada mais

por Pedro Silva, em 03.03.18

imgS620I216060T20180303215037.jpg 

imagem retirada de zerozero

 

Vencer e nada mais. Acho que esta é a melhor forma de descrever a vitória caseira da equipa «merengue» diante de um frágil Getafe que pouco mais fez senão dar alguma luta. Estivéssemos nós num período dito “normal” em que a equipa «blanca» estaria a lutar pela conquista do título de campeão espanhol, e até que se poderia dizer que a vitória de hoje foi uma “vitória útil”, mas como tal não é uma realidade este foi mais um jogo “cinzentão” como tantos outros da equipa de Zidane a contar para uma edição de La Liga que parece estar irremediavelmente entregue à luta entre Atlético de Madrid e Barcelona.

 

Até que acredito que me digam que o mais importante foi ter-se vencido hoje em pleno Bernabéu, pois o que realmente interessa é o embate de Paris da próxima Terça-feira. E até que aceito este argumento de bom grado dado que também sou da opinião de que em futebol, mais importante do que jogar bonito, é vencer os jogos, mas depois de se ter passado por um momento tão conturbado e de – mais - uma derrota que roçou o caricato na última jornada do campeonato espanhol, acho que o Real Madrid CF deveria ter mostrado outra atitude perante este frágil Getafe CF. Não que tal fosse importante para se vencer o dito jogo diante dos vizinhos de Getafe (os «madridistas» até que o venceram com relativa facilidade), mas porque é importante que a equipa passe uma mensagem de segurança para o próximo jogo da Champions (e não só). Não o fez e um mau resultado diante do PSG, a meu ver, poderá colocar – outra vez – toda uma massa adepta contra Zidane & Companhia…

 

Uma palavra final para o regresso da «BBC». Cristiano Ronaldo marcou dois golos e Gareth Bale “calou muito boa gente” com uma prestação a roçar o sublime. Karim Benzema é que não conseguiu facturar, mas o trabalho de um avançado não é somente a marcação de golos. Este tem também de criar espaços para que os seus colegas de equipa o marquem golos e neste aspeto o internacional francês esteve muito bem.

 

MVP (Most Valuable Player): Gareth Bale. O internacional galês fez hoje um jogo fantástico! Marcou um golo e espalhou o pânico por toda a linha defensiva do Getafe graças à sua velocidade e excelente colocação do remate. Quando «Zizou» aposta na «BBC» com Cristiano e Bale nas faixas do ataque, Bale brilha e Ronaldo factura. Para quê inventar Zidane?

 

Chave do Jogo: Esta apareceu no minuto 78 com o terceiro golo do Real Madrid CF (segundo de CR7). Não que o Getafe estivesse a criar perigo na baliza de Navas não obstante nesta altura o score se cifrar num 2 a 1 a favor da equipa da casa, mas a verdade é que depois do terceiro golo «blanco» o Getafe deixou de jogar para não sofrer mais golos.

 

Arbitragem: Duplo erro no penálti a favor do Getafe. Melero López ajuizou mal a grande penalidade a favor do Getafe CF dado que Nacho não fez falta sobre Jorge Molina. Ao ter assinado a dita grande penalidade o árbitro deveria ter expulsado Nacho com a amostragem do segundo cartão amarelo. De resto nada a apontar a uma arbitragem que não teve influência no resultado final.

 

Positivo: Vencer. Num jogo onde a equipa «blanca» pouco fez para vencer, o destaque positivo vai mesmo para a vitória do Real Madrid CF, vitória esta que aumenta a moral para a difícil deslocação a Paris.

 

Negativo: Zinédine Zidane. A época não está a correr de feição a Zidane no que à competição interna diz respeito, mas daí até se dar uma de “estou-me a marimbar” na escolha do onze inicial e nas substituições vai uma grande distância.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:57

Estrelas do Real Madrid Baloncesto (4)

por Pedro Silva, em 02.03.18

54817939.jpg 

Nome: Brabender

Posição: Lateral de força/Ala pivô

Data de Nascimento: 16/10/1945

País: Estados Unidos da América/Espanha

Altura: 1, 93 m

Clubes: Philadelphia Warriors (1966/67); Real Madrid Baloncesto (1967/68 a 1982/83); CD Cajamadrid Baloncesto (1983/84 a 1984/85)

Ano de fim de carreira: 1982

Palmarés: 12 Liga ACB (1967/68, 1968/69, 1969/70, 1970/71, 1971/72, 1972/73, 1973/74, 1974/75, 1975/76, 1976/77, 1978/79, 1979/80, 1981/82); 7 Copa del Rey de Baloncesto (1969/70, 1970/71, 1971/72, 1972/73, 1973/74, 1974/75, 1976/77); 4 Eurolegue (1994|95); 4 FIBA Internacional Cup (1975/76, 1976/77, 1977/78, 1980/81)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:49

Golos com História: Ronaldo

por Pedro Silva, em 01.03.18

ALEGRIA-RONALDO3Thumb.jpg 

Na temporada 2005/06, Ronaldo marcou o golo da vitória contra o Getafe no Santiago Bernabéu.
 
Esta semana em Golos com História, o protagonista é Ronaldo. O avançado brasileiro maravilhou os adeptos do Real Madrid com a sua força, com a sua rapidez com a bola e com a sua capacidade goleadora. Ganhou duas vezes a Bola de Ouro e o seu imenso repertório de recursos técnicos tornaram-no num dos melhores avançados da história do futebol.
 
A 3 de Dezembro de 2005, o Real Madrid recebeu no Santiago Bernabéu o Getafe. O conjunto blanco venceu o adversário (1-0) graças ao golo do avançado brasileiro. Recebeu a bola no meio campo e combinou de primeira com Zidane; o francês devolveu a tabela, e com o seu característico sprint, aproximou-se da entrada da área e definiu com a parte exterior do pé longe do alcance do guarda-redes.

Ronaldo esteve no Real Madrid cinco temporadas, nas quais disputou 177 jogos oficiais e marcou 104 golos. No seu palmarés como madridista figuram 4 títulos: 1 Taça Intercontinental, 2 Ligas e 1 Supertaça de Espanha. 
 
Publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:30

Pág. 8/8





Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18



subscrever feeds