Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


No final caiu o muro

por Pedro Silva, em 23.04.15

Um único golo de Chicharito Hernández, depois de um trabalho de classe de James e Ronaldo, permitiu ao Real Madrid deixar pelo caminho o rival Atlético da próxima fase da Liga dos Campeões. Numa eliminatória pautada pelo equilibrio, o desequilíbrio chegou ao cair do pano.

O Real Madrid CF sabia que sofrendo um golo tinha de marcar dois. Mesmo assim - e embora com várias baixas por castigo e lesão - os Merengues tentaram sempre abanar o jogo. Ronaldo e James, na frente, tentavam criar perigo junto das redes de Jan Oblak que se mantinha sempre seguro e sereno.

A estratégia do Atlético passava por lutar com garra e coração... sempre em bloco, sendo fiel ao ADN que Diego Simeone implementou na turma Colchonera: equipa operária, solidária e sofredora. Miranda, Godín, Tiago fechavam bem a baliza e o Real procurava o golo de todas as formas e feitios: jogadas estudadas, cruzamentos, ataque organizado.

Não se pode dizer que a ineficácia que pairava no marcador (e na eliminatória) fosse culpa do baixo rendimento no ataque de ambas as formações mas sim no bloco coeso que ambas faziam a meio-campo. Oblak, que já tinha sido uma das figuras no primeiro jogo, voltava  a mostrar créditos e a transmitir sempre serenidade quando era necessário.

O tempo ia correndo e adivinhava-se o prolongamento no Santiago Bernabéu. A expulsão de Arda Turam, aos 76' por jogo perigoso perante o adversário, obrigou oAtleti a uma união ainda maior em campo, coisa que dificultou ainda mais a tarefa do Real Madrid. Mas para grandes males, grandes remédios.

Ronaldo fabricou o golo que vale a qualificação dos Campeões Europeus para a próxima fase da competição, aos 88 minutos. Após passe de James Rodríguez, CR7 assistiu Chicharito Hernández que só teve de empurrar para o fundo da baliza. Estava desatado o nó no jogo e na eliminatória. Os Merengues estão na próxima fase da prova, o Atlético fica pelo caminho.

Retirado de zerozero

Melhor em Campo: Tomi Kroos

toni_kroos.jpg 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

Um Real q.b.

por Pedro Silva, em 12.04.15

O Real Madrid não desarma na Liga Espanhola e venceu o Eibar por 3 x 0 em encontro da 31.ª jornada do campeonato.

No Santiago Bernabéu, a vitória começou a ser fabricada com um tomahawk de Ronaldo que deu em "frango" do guarda-redes do Eibar, aos 21. O segundo golo foi apontado por Chicharito, aos 31', enquanto que o terceiro foi de Jesé, aos 83'.

Pepe entrou aos 64' para o lugar de Sergio Ramos, enquanto que Coentrão nem foi convocado para este duelo que teve Navas na baliza Merengue.

Com este resultado, o Real Madrid CF passa a somar 73 pontos. Já o Eibar segue com 31 pontos na segunda metade da classificação.

Retirado de zerozero

Melhor em Campo: Cristiano Ronaldo

1579_pri_cristiano_ronaldo.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

Só para que conste

por Pedro Silva, em 28.03.15

Sem Título.jpg 

Tercer partido con la absoluta Álvaro Morata se marchó con buena nota de su tercer encuentro que disputó con la selección española. Debutó con Del Bosque en el último partido clasificatorio para la Eurocopa 2016 (en Huelva contra Bielorrusia) y también jugó de inicio en el amistoso ante Alemania en el estadio de Balaídos de Vigo.

El técnico tiene muchas esperanzas puestas en un Álvaro Morata que es presente y futuro de este combinado nacional. El delantero se marchó en el minuto 65 y entró en su lugar Pedro Rodríguez.

Fonte: marca

Segundo Carlo Ancelotti e a actual Direcção do Real Madrid CF Álvaro Morata não tinha qualidade suficiente para continuar em Madrid. Chicharito (Javier) Hernández é muito melhor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00



Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18