Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Alguma sorte e muito controle

por Pedro Silva, em 25.04.18

imgS620I219747T20180425220044.jpg 

imagem retirada de zerozero

 

Jogo interessante onde me pareceu que Zidane terá feito tudo e mais alguma coisa para o tornar o mais complicado possível para a sua equipa. E digo tal por causa do onze inicial que o técnico francês resolveu escalar para fazer face a um pressionante (e algo azarado) Bayern München. Não admirou, portanto, que a equipa alemã tivesse sido a primeira a marcar golo depois de uma série de ameaças à baliza de Keylor Navas. Contudo o “estofo de campeão” da equipa «blanca» veio ao de cima e foi muito por isto que Marcelo empata a partida ainda antes do intervalo. Ao intervalo «Zizou» “mexeu” (finalmente!!) na equipa e acabou por a vencer dado que o recém entrado Marco Asensio acabou por ser o autor de uma jogada fenomenal que só acabou com o atleta espanhol a introduzir a bola dentro da baliza germânica.

 

Em suma; penso que se pode dizer que o Real Madrid CF é um justo vencedor. Não pelo que fez em campo, mas sim pela calma que demonstrou diante de uma equipa bávara que desde cedo não fez outra coisa senão pressionar e tentar, vezes sem conta, marcar os golos que lhe permitissem ir ao Bernabéu com a eliminatória resolvida. Contudo, não obstante o resultado final e a tranquilidade da equipa «madridista», esta forma de estar em campo não me agrada. E não em agrada porque hoje as coisas correram bem, mas poderiam não correr nada bem. E também não percebi a insistência em Lucas Vásquez, um jogador que não ajudou Dani Carvajal a travar – com eficácia - o sempre perigoso Ribéry (foi ele o autor dos lances mais perigosos do Bayern), e a atacar o extremo espanhol foi sempre uma tremenda nulidade…. E isto com Gareth Bale no banco de suplentes…

 

Vamos a ver como vai isto t6erminar. Nada está decidido. A equipa «merengue» está em vantagem na eliminatória, mas eu tenho muitas dúvidas de que no próximo dia 1 de Maio o Bayern München vá a Madrid para fazer turismo. Há que melhorar muita coisa para se evitar determinadas complicações.

 

MVP (Most Valuable Player): Keylor Navas. O Real Madrid CF venceu na Alemanha muito por culpa do seu Guarda-redes. Navas foi decisivo (especialmente na segunda parte) ao ter realizado um punhado de defesas “do outro Mundo” que impediram a equipa germânica de empatar e/ou de vencer a partida.

  

Chave do Jogo: Apareceu ao intervalo, altura em que Zidane retira Isco de campo para no seu lugar colocar Marco Asensio. Asensio acabaria por ser o autor do golo da vitória «blanca» para além de ter trazido consigo a o equilíbrio táctico de que a sua equipa estava a necessitar.

 

Arbitragem:  Bjorn Kuipers teve uma actuação que aqui e acolá foi um tudo ou nada “caseirinha”. Podia. E devia, ter sido mais rígido na amostragem de alguns cartões amarelos aos jogadores do Bayern. Esteve bem ao anular o golo de Cristiano Ronaldo dado que o internacional português dominou a bola com a mão.

 

Positivo: Zinédine Zidane, Escolheu mal o onze inicial mas ao intervalo teve a lucidez e sensatez de perceber que errou. O Real Madrid está em vantagem na eliminatória muito por culpa do técnico gaulês. Escusava era de ter arriscado tanto.

 

Negativo: Isco. Uma enorme nulidade em campo. Não fez uma jogada com princípio, meio e fim enquanto esteve em campo. Depois disto, Isco que vá para a Comunicação Social dizer que tem de jogar com mais regularidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:08




Agenda do Real Madrid


Calendário

Abril 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/05/2018)


as (19/05/2018)


Publicidade



Espectadores


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.