Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O melhor ano da nossa história

por Pedro Silva, em 31.12.17

_3AM1092_ultraThumb.jpg 

O Real Madrid ganhou em 2017 a Liga, a Champions, a Supertaça Europeia, a Supertaça de Espanha e o Mundial de Clubes.
 
O ano 2017 chega ao fim deixando na memória de todos os madridistas os 5 títulos conquistados. A Liga, a Champions, a Supertaça Europeia, a Supertaça de Espanha e o Mundial de Clubes ficam nas vitrines do Santiago Bernabéu junto ao resto dos troféus que conferem um palmarés invejável.  

A primeira alegria veio da competição da regularidade. O trabalho reflectiu-se durante as últimas 30 jornadas, durante as quais o Madrid liderou a classificação. Não foi fácil e houve momentos em que a equipa teve que ultrapassar as circunstâncias. Exemplos disso são as reviravoltas em Gijón ou em Villarreal, o empate com o Barcelona em Camp Nou ou os triunfos no Bernabéu frente ao Deportivo da Corunha, ao Bétis e ao Valência.

O Real Madrid marcou pelo menos um tento nas 38 jornadas pela primeira vez na história, estabeleceu um novo recorde de golos fora na historia da Liga e voltou a superar os 100 golos na temporada. Tudo isso culminou em La Rosaleda com uma vitória por 0-2 na última jornada contra o Málaga, que recordamos neste vídeo:
 
O rei da Europa voltou a coroar-se vencedor da maior competição continental. Fê-lo pelo segundo ano consecutivo, algo que só está ao alcance do Real Madrid na era Champions. Cristiano Ronaldo, foi pela quinta vez consecutiva, o melhor marcador da competição. Foram memoráveis os quartos-de-final contra o Bayern de Munique, vencendo na Alemanha e dando a volta no Bernabéu.

Uma final para a história
As meias-finais, inesquecíveis. De novo o Atlético de Madrid no caminho e um hat-trick de Cristiano Ronaldo no Bernabéu e uma acção mágica de Benzema no último jogo europeu do Vicente Calderón garantiram o bilhete para Cardiff. A 3 de Junho, o Real Madrid tinha um novo encontro com a história e não falhou. Pela frente, a Juventus de Turim para reeditar a final de Amsterdão na qual os blancos venceram a Sétima. Os golos de Cristiano (2), Casemiro e Asensio deram a Décima Segunda ao Madrid num encontro histórico.
 
Após fechar a temporada com uma dobradinha de Liga e Champions, a sede de títulos na parou no início da nova campanha. Em Agosto, Real Madrid e Manchester United mediram forças pela conquista da Supertaça Europeia na Macedónia, e os blancos trouxeram a quarta Supertaça da sua história para Madrid. Casemiro e Isco foram os artificies da vitória com os seus golos.
 
Supertaça, supergolos 
Dias mais tarde, duplo confronto com o Barcelona pela Supertaça de Espanha. Uma competição na qual Cristiano Ronaldo e Asensio fizeram três grandes golos. Na primeira mão, o português saltou para o relvado do Camp Nou no segundo tempo e colocou a bola no ângulo para fazer o 1-2. Asensio imitou-o minutos mais tarde fazendo o 1-3 definitivo. Na segunda não, disputada no Santiago Bernabéu, o natural de Maiorca repetiu o disparo da primeira mão num jogo onde Benzema também marcou.
 
Chegados a este ponto, a cereja no topo do bolo a um ano mágico teria de ser colocada no Mundial de Clubes. E assim foi. O Real Madrid proclamou-se em Abu Dabi campeão mundial pela sexta vez na sua história. Cristiano Ronaldo foi novamente protagonista com o seu golo na final, tornando-se também no melhor marcador da história do Mundial de Clubes. Alcançar o êxito em cinco competições supõe a melhor forma de colocar ponto final no ano mais brilhante da história do melhor clube do mundo.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00

ZZ+CLUBThumb,0.jpg 

Ganhou pelo segundo ano consecutivo após vencer na votação o Manchester United e o Mónaco.
 
Os prémios Globe Soccer 2017 reconheceram o melhor ano da história do Real Madrid. O conjunto blanco, que venceu a Champions, a Liga, a Supertaça Europeia, a Supertaça de Espanha e o Mundial de Clubes, foi protagonista na cerimónia realizada no Dubai. Tal como na edição passada, o Real Madrid recebeu o prémio de Melhor Clube do Ano, impondo-se na votação a Manchester United e Mónaco.

Zidane foi quem se encarregou de receber o galardão. “É uma honra receber este prémio em nome do Real Madrid e do seu presidente. Muito obrigado a todos. Este prémio significa que as coisas funcionam”, assinalou o técnico dos blancos, que além disso foi nomeado Melhor Treinador do Ano. A confirmação do reconhecimento aos madridistas chegou com o prémio de Melhor Jogador do Ano, conquistado por Cristiano Ronaldo.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

cr+y+delpieroThumb,0.jpg 

“Foi um ano incrível e receber este prémio torna-me muito feliz”, assinalou o português.
 
Cristiano Ronaldo ganhou o prémio de Melhor Jogador do Ano na gala dos Globe Soccer 2017, que teve lugar no Dubai. O português foi reconhecido pelo segunda vez consecutiva depois de realizar outro ano espectacular e contribuir de forma decisiva nos êxitos do Real Madrid. Vencedor da Champions, Liga, Supertaça Europeia, Supertaça de Espanha e Mundial de Clubes com o conjunto blanco, o avançado termina 2017 com 42 golos.

Cristiano fez uma ligação em directo com a gala e recebeu o troféu das mãos de Del Piero. “É um momento especial para mim. Receber este prémio faz-me muito feliz. Obrigado aos meus companheiros e ao meu clube. Foi um ano incrível, conquistei muitos troféus colectivos e individuais. Obrigado a todos”, assinalou.

O Globe Soccer para o melhor jogador junta-se a uma larga lista de galardões recebidos por Cristiano este ano. Antes, já tinha alcançado o prémio para o Melhor Jogador da UEFA, o The Best para o Jogador da FIFA e a Bola de Ouro.

Ramos, entre os nomeados
O grande ano de Sergio Ramos também não passou despercebido aos Globe Soccer. O capitão do Real Madrid estava entre os nomeados ao prémio conquistado por Cristiano Ronaldo. Com ele também estavam Buffon, Dybala, Messi, Neymar e Mbappé.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00

_1RM3749Thumb.jpg 

O lateral brasileiro distribuiu 12 passes para golo este ano.
 
Marcelo continua demonstrar, temporada após temporada, a sua capacidade de desequilibrador pelo corredor esquerdo do Real Madrid. A comprová-lo está o facto de ser o jogador que neste ano de 2017 fez mais assistências entre os seus companheiros: 12. Atrás do lateral brasileiro aparecem Kroos com 9; Carvajal e Isco com 8; e Cristiano Ronaldo e
Benzema, que fizeram 7.

Especial referência merece a conexão entre Marcelo e Cristiano Ronaldo, que deu origem a cinco golos do avançado português. Os restantes jogadores que aproveitaram as assistências de Marcelo este ano são: Benzema duas vezes, Lucas Vásquez, Casemiro, Asensio, James e Morata. Em termos de competições, é na Liga que o  brasileiro efectuou o maior número de passes para golo (8). Na Champions League assistiu três vezes, enquanto na Supertaça de Espanha logrou uma.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00



Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18



subscrever feeds