Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


_3AM4025.jpg

O golaço do brasileiro e o do croata dão os três pontos diante do Sevilha num Bernabéu rendido ao jogo dos blancos.

Sem Título.png

O Real Madrid estreou-se na segunda volta da Liga ganhando ao Sevilha, uma das melhores equipas da competição, e convencendo os seus adeptos num jogo que dominou do princípio ao fim. O resultado acabou por ser curto em função do que se viu no relvado do Bernabéu, mas o primeiro dos golos marcados foi de bandeira. Valeu a pena pagar o bilhete só para ver o espectacular disparo de longe com que Casemiro fez o 1-0.

Desde o início se viu um Real Madrid solidário, dominador e que exercia uma pressão muito alta para recuperar rapidamente o esférico. A primeira ocasião chegou aos seis minutos e foi claríssima. Roubou Modric no centro do campo e Benzema assistiu Vinicius Jr., que ficou isolado frente a Vaclík. O guarda-redes visitante esteve acertadíssimo. 

Mais ocasiões
Os minutos passavam e o domínio era da equipa da casa, mas a meio da primeira metade os visitantes podiam ter-se adiantado num contra-ataque que Escudero finalizou no frente a frente a Courtois. Os primeiros 45 minutos terminaram sem golos, apesar das últimas oportunidades antes do descanso também terem sido para os blancos. Os disparos de Benzema, aos 36’, e Vinicius Jr., já aos 45’, terminaram nas mãos de Vacklík.

CASEMIRO ESTREOU-SE NESTA LIGA COM UM GOLAÇO.  

A segunda metade foi um monólogo madridista. Os jogadores da casa tinham o esférico e as ocasiões. Casemiro, aos 54’, e Modric, três minutos depois, dispararam de zona frontal mas não encontraram a baliza. Voltou a tentar o croata aos 58’. O seu remate da marca de penálti golpeou num defesa do Sevilha antes de embater na lateral da rede.

Os melhores minutos dos blancos
Eram os melhores minutos do Real Madrid e apareceu uma nova oportunidde. Jogada pessoal de Vinicius Jr. e o seu disparo saiu a escassos centímetros da baliza dos visitantes. O merecido golo parecia ser uma questão de tempo e esteve quase a chegar aos 67’ após um formidável disparo de longe de Ceballos, que embateu na trave. O assédio era evidente e só o golo resistia, que podia ter sido obtido de novo aos 74’. Canto ensaiado que termina nas botas de Reguilón em zona frontal e o seu centro foi rematado por Casemiro de cabeça a roçar o poste.

O Sevilha continuava a sofrer e quatro minutos depois chegou o merecido prémio. Casemiro foi o protagonista com um tremendo disparo desde cerca de 30 metros que inaugurou o marcador. Vaclík ainda chegou a tocar no esférico mas não conseguiu impedir o golaço do brasileiro. Já nos descontos, Modric culminou um tremendo jogo roubando o esférico a Carriço e definindo com maestria frente a Vacklík. O Real Madrid agradou e muito ao Bernabéu.

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

Pensamento da Semana: Não criemos um Messias

por Pedro Silva, em 04.11.18

Em tempos de crise o pior que pode acontecer é toda uma imprensa (e uma massa adepta, diga-se desde já) criar um tal de “Messias” que vai resolver todos os problemas da equipa.

 

Não estou com isto a dizer que Vinicius Júnior não é um “diamante em bruto”. O que estou a dizer é que o miúdo está – ainda – em fase de aprendizagem. O facto de no passado Sábado este ter marcado o golo inaugural que abriu caminho à vitória do Real Madrid diante do Valladolid em pleno Bernabéu não quer dizer nada mais senão isto. Aconteceu e ainda bem que aconteceu. Agora daí a fazer-se de Vinicius um Messias vai uma tremenda distância. A tal distância que faz com que muitos “diamantes em bruto” fiquem por lapidar.

viniciusjr.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:45

A “cagada” e o pormenor

por Pedro Silva, em 23.08.18

Confesso que é cada vez mais divertido ler as notícias dos ditos Desportivos. Especialmente as suas capas.

 

O problema é que tal exercício deixa de ser divertido quando estes mesmos Desportivos tratam os seus leitores como aquele tipo de pessoa que come gelados com a testa. É nesta triste e enfadonha forma de pensar que se enquadra a capa do jornal “as” de hoje.

2308c97d33.jpg 

E como eu não tenho por hábito comer gelados com a testa, eis que recorri à minha memória e a uma pequena pesquisa no Google. O resultado foi este:

 

«Estou feliz em Paris e tenho mais anos de contrato (válido até 2022). Fico no PSG e sigo o meu caminho. Estou no princípio da minha carreira»

 

Fonte: «A BOLA»

 

Ou seja; aquilo que é apelidado de “jogada de génio de Florentino Pérez” esbarra de frente com a não intenção do atleta em questão de se transferir para o Real Madrid CF.

 

Florentino fez uma tremenda “cagada” ao ter deixado que Cristiano Ronaldo saísse de Madrid. E com Zidane, idem. E esta “cagada” não se corrige por causa de um pormenor.

 

E se não for pedir muito, um pouco mais de respeito para com os adeptos por parte das Redacções dos matutinos desportivos. Amar um clube não é sinónimo de estupidez crónica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:18

Ainda sobre Lopetegui

por Pedro Silva, em 15.06.18

Os jornalistas teriam dito algo como:

 

Fora das nossas fronteiras, valoriza-se o treinador da nossa seleção, tanto, que uma equipe dos ponteiros da liga inglesa o tem para quando terminar o mundial.

 

Desejamos-lhe que faça um grande mundial e que tenha uma grande estreia com o Manchester na Premier League.

 

Ou algo parecido com isto.

 

Qual é o pecado de Lopetegui então?

 

Bem, a equipa pelo qual ele tem cadastro, não é o Manchester United... é o Real Madrid.

 

A equipe maior de todos os tempos e de cada vez, o mais odiado pelos armado invejosos que não chegam nem ao betume das botas.

 

Merda de jornalistas, que sonham em meter as suas patas sempre onde podem magoar o Madrid.

 

Já o dizia don Santiago Bernabéu...

35319063_2179393102074388_3813272162404401152_n.pn 

in facebook

 

Encontrei este pequeno artigo de opinião de um madridista sobre a tremenda “celeuma” que se instalou em torno da contratção de Julen Lopetegui.

 

Não que concorde em absoluto com tudo o que este escreveu, mas a verdade seja dita que a imprensa escrita exagera sempre que o assunto é o Real Madrid CF.

 

Ao menos já não temos de aturar o “vem Neymar”, “sai Cristiano” e o “sai Bale”.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:07



Agenda do Real Madrid


Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18


Publicidade



Espectadores


subscrever feeds