Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


_AV13133_horizontalThumb.jpg 

Ganhou ao Joventut e soma o sétimo triunfo consecutivo antes de disputar três jogos entre quarta-feira e domingo. 

Sem Título.png 

O Real Madrid passou com distinção o seu primeiro exame numa semana em que tem ainda de disputar mais três jogos. Foi mais difícil do que o previsto, mas conseguiu a quarta vitória à custa de uma grande actuação no último período, dando sequência à eficácia de Carroll (13) e Campazzo (15) e à agressividade de Tavares (13 ressaltos, 20 de valorização), deixando o Joventut a nove pontos. Antes do primeiro tempo, os protagonistas foram Rudy (11), Prepelic (9) e Deck (15). Por sua vez, Pantzar e Yusta estrearam-se esta temporada em competições oficiais.

 
Os primeiros dez minutos ofereceram intercâmbios de golpes e de domínio no marcador. Sem Llull e Causeur, que não foram convocados, a actuação dos blancos teve outros fortes intervenientes neste confronto com um Joventut combativo e liderado por Laprovittola e Dawson. As acções atacantes foram da responsabilidade de um muito eficaz Prepelic (9) e também de Taylor, enquanto que na defesa Tavares começava a impor a sua lei: 22-23 para os verde e negros.

Segundo período
No segundo período assistiu-se à estreia, esta temporada, de Pantzar, a quem Laso confiou a liderança da equipa durante vários minutos. A maquinaria blanca começou a engrenar pelas mãos de Rudy (9) e Deck (8). Este parcial foi semelhante ao primeiro, com alternâncias no placard, e com um Joventut que se mantinha na discussão do resultado, graças a Dawson e Dimitrijevic. O Real Madrid fez um 7-0 antes de recolher aos balneários em vantagem (44-39).

FOI CUMPRIDO UM MINUTO DE SILÊNCIO PELAS VÍTIMAS DAS INUNDAÇÕES EM MAIORCA. 

Os merengues continuaram a acentuar as diferenças, chegando a usufruir de uma vantagem de 10 pontos, devido a uma maior intensidade na defesa, entre outras coisas bem feitas. Mas o Joventut nunca se desintegrou, evidenciando um bom entendimento nas tarefas ofensivas entre Laprovittola e Todorovic. Com Tavares a recuperar energias no banco, foi Reyes (6 pontos) a revelar-se decisivo no jogo interior do Real Madrid. Taylor (5) também esteve em destaque nos anfitriões, ao participar activamente na chegada aos 65-60.

Parcial espectacular
Um parcial de 14-1, com 5 pontos de Carroll e Campazzo, acabou por desfazer o equilíbrio. Os visitantes acusaram a subida de rendimento do Real Madrid no controlo e distribuição da bola, surgindo de novo Tavares a ditar leis e mostrando-se muito poderoso nos ressaltos, enquanto Campazzo se ia sentindo cada vez mas confortável no ataque, ao mesmo tempo que os blancos se encaminhavam para a quarta vitória na Liga. Os últimos minutos serviram para assinalar o regresso de Yusta, depois de algumas semanas lesionado, e deixar o Joventut a nove pontos de distância.

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:37

ALEGRIA-REYES_1RM7476Thumb.jpg 

Os blancos recebem o Iberostar Tenerife na primeira jornada, a disputar entre 27 e 30 de Setembro.
 

Já é conhecido o calendário da Liga Endesa 2018/19. O Real Madrid faz a respectiva estreia no WiZink Center frente ao Iberostar Tenerife, na primeira jornada, que terá lugar entre 27 e 30 de Setembro. Os blancos terminam a Liga Regular fora de casa, ante o Delteco Gipuzkoa Basket (26 de Maio de 2019). 

O primeiro Clássico acontece na 10ª jornada, a 24 ou 25 de Novembro, no Palau. O encontro da segunda volta frente ao Barcelona joga-se no fim-de-semana de 23 e 24 de Março, sendo relativo à 24ª jornada. Os dérbis contra o Movistar Estudiantes estão agendados para a 15ª jornada (6 de Janeiro), fora de casa, e na 31ª, a 9 ou 10 de Maio.


CALENDÁRIO DA LIGA ENDESA 2018/19 DO REAL MADRID

1ª VOLTA JOGO

J. 1
27-30 Setembro
Real Madrid - Iberostar Tenerife

J. 2
4-5 Outubro
Valencia Basket - Real Madrid  

J. 3
6-7 Outubro
Real Madrid - Unicaja

J. 4
13-14 Outubro
Real Madrid - Divina Seguros Joventut

J. 5
20-21 Outubro
Monbus Obradoiro - Real Madrid

J. 6
27-28 Outubro
Real Madrid - San Pablo Burgos

J. 7
3-4 Novembro
Real Madrid - Morabanc Andorra

J. 8
10-11 Novembro
Montakit Fuenlabrada - Real Madrid

J. 9
17-18 Novembro
Real Madrid -Delteco GBC

J. 10
24-25 Novembro
Barcelona Lassa - Real Madrid

J. 11
8-9 Dezembro
Real Madrid - Herbalife Gran Canaria

J. 12
15-16 Dezembro
Cafés Candelas Breogán - Real Madrid

J. 13
22-23 Dezembro
Real Madrid - UCAM Murcia CB 

J. 14
29-30 Dezembro
Kirolbet Baskonia - Real Madrid

J. 15
6 Janeiro
Movistar Estudiantes - Real Madrid 

J. 16
12-13 Janeiro
Real Madrid - Tecnyconta Zaragoza

J. 17
20 Janeiro
Baxi Manresa - Real Madrid 
 
2ª VOLTA JOGO

J. 18
26-27 Janeiro
Real Madrid - Montakit Fuenlabrada

J. 19
2-3 Fevereiro
Unicaja - Real Madrid

J. 20
9-10 Fevereiro
Real Madrid - Kirolbet Baskonia

J. 21
2-3 Março
Morabanc Andorra - Real Madrid

J. 22
9-10 Março
Divina Seguros Joventut - Real Madrid

J. 23
16-17 Março
Real Madrid - Baxi Manresa

J. 24
23-24 Março
Real Madrid - Barcelona Lassa

J. 25
30-31 Março
Iberostar Tenerife - Real Madrid

J. 26
6-7 Abril
Herbalife Gran Canaria - Real Madrid

J. 27
13-14 Abril
Real Madrid - Monbus Obradoiro

J. 28
20-21 Abril
UCAM Murcia CB - Real Madrid

J. 29
27-28 Abril
Real Madrid - Cafés Candelas Breogán

J. 30
4-5 Maio
San Pablo Burgos - Real Madrid 

J. 31
9-10 Maio
Real Madrid - Movistar Estudiantes

J. 32
11-12 Maio
Tecnyconta Zaragoza - Real Madrid

J. 33
18-19 Maio
Real Madrid - Valencia Basket

J. 34
26 Maio
Delteco GBC - Real Madrid

 

Artigo puvlicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:19

Estrelas do Real Madrid Baloncesto (18)

por Pedro Silva, em 01.07.18

LoloSainzThumb,0.jpg

Nome: Lolo Sainz

Posição: Extremo-Base

Data de Nascimento: 28/08/1940

País: Espanha

Altura: 1,86m

Clubes: Real Madrid Baloncesto (1961 - 1968)

Ano de fim de carreira: 1968

Palmarés: 7 Liga ACB (1960/61, 1961/62, 1962/63, 1963/64, 1964/65, 1965/66, 1967/68); 4 Copa del Rey (1962, 1965, 1966, 1967), 4 EuroLeague (1963/64, 1964/65, 1966/67, 1967/68), 1 Copa Latina (1967)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:19

85-80: O Real Madrid conquista a Décima!

por Pedro Silva, em 22.05.18

_1RM2408_ultraThumb.jpg

Os blancos derrotaram o Fenerbahçe e proclamam-se campeões europeus pela segunda vez em quatro anos. Doncic, MVP da Final Four.

 

Real Madrid engrandece a sua lenda em Belgrado e a sua hegemonia no Velho Continente ao proclamar-se campeão europeu pela décima vez na sua história e ganhar a segunda Euroliga em quatro anos. Impôs-se ao Fenerbahçe numa grande final, na qual teve que superar o campeão em título, que fez frente até ao último segundo. Foi com uma exibição colectiva, demonstrando solidariedade, carácter e união. De outra forma teria sido impossível consegui-lo. Seis jogadores com dois dígitos em valorização, liderados por uns superlativos Causeur (17 pontos e 21 de valorização) e Luka Doncic, que com 15 pontos e 17 de valorização foi eleito MVP da Final Four.

Não era Istambul mas parecia pelo amarelo que inundava as bancadas da Stark Arena. O Real Madrid tinha que lutar contra um ambiente desfavorável e uma oposição do Fenerbahçe baseada no jogo no limite. Aguentou a entrada turca e não se preocupou que fossem dois secundários como Ahmet (8) e Kalinic (5) a marcarem. Os importantes estavam marcados. A pressão dos comandados por Obradovic durou cinco minutos (6-11), os que demoraram os blancos a juntarem ao seu jogo o acerto nos triplos.  

O perímetro madridista começa a carburar
Um desconto de tempo de Laso e a entrada em campo de Rudy e Llull deram ao Madrid maior capacidade para ameaçar com o jogo exterior. Isso somado a que defensivamente aplicasse a mesma dureza do adversário permitiu encadear uns minutos de grande nível. Como fizeram nas meias-finais, deixaram para trás o Fenerbahçe e com um parcial de 16-1 em sete minutos, nos quais marcaram quatro triplos em cinco tentativas, alcançaram a maior diferença (25-17, min. 12). Foram Sloukas e Melli os que deram um passo em frente do lado turco para porem fim à série madridista e levarem a final a uma troca de golpes até ao intervalo com o 38-40.

RUDY CONQUISTA A EUROLIGA NO SEU JOGO 400 COM REAL MADRID.

A elevada exigência do jogo não permitia descansar e o Madrid demostrou estar muito concentrado. Fez um terceiro quarto sensacional a todos os níveis. Não fraquejou apesar da pressão exercida pelo Fenerbahçe, agora com Wanamaker no comando, e seus seguidores. Fazia frente com todos os seus jogadores, liderados por um sensacional Causeur. O francês marcou 12 pontos no terceiro quarto para um total de 25 do Madrid. A sua contribuição e a de Reyes na área restritiva, mais um grande trabalho defensivo que apenas concedeu 15 pontos ao adversário, permitiram aos jogadores orientados por Laso entrarem com 8 pontos de vantagem no quarto decisivo (63-55, min. 30).

A força de uma equipa 
Assim foi como tinha jogado durante todo o encontro e a chave do êxito do grupo de Laso: ser uma equipa. Foi impressionante. Em cada bola, em cada posse, o Madrid deu tudo. O Fenerbahçe continuava sem poder derrubar a solidez madridista. Tentava com um acertadíssimo Melli, mas os blancos respondiam uma e outra vez com diferentes protagonistas. Tavares controlava o jogo ofensivo turco, Doncic a dirigir, Thompkins, Carroll... uma exibição de basquetebol solidário. Um triplo de Carroll colocou o Madrid dez pontos à frente com 71-61 no minuto 35.

Sangue frio com Causeur no comando 
Com tudo que tinham, os jogadores de Obradovic lutaram até final, diminuindo a desvantagem para 81-78 a 22 segundos do final, mas a Décima merecia um esforço suplementar. Um ressalto de Thompkins no ataque e posterior cesto, e dois lançamentos livres de Causeur faziam cair definitivamente o Fenerbahçe e permitiam ao Real Madrid alcancar o sonho numa temporada carregada de dificuldades (85-80, min. 40).

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00



Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18