Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


85-80: O Real Madrid conquista a Décima!

por Pedro Silva, em 22.05.18

_1RM2408_ultraThumb.jpg

Os blancos derrotaram o Fenerbahçe e proclamam-se campeões europeus pela segunda vez em quatro anos. Doncic, MVP da Final Four.

 

Real Madrid engrandece a sua lenda em Belgrado e a sua hegemonia no Velho Continente ao proclamar-se campeão europeu pela décima vez na sua história e ganhar a segunda Euroliga em quatro anos. Impôs-se ao Fenerbahçe numa grande final, na qual teve que superar o campeão em título, que fez frente até ao último segundo. Foi com uma exibição colectiva, demonstrando solidariedade, carácter e união. De outra forma teria sido impossível consegui-lo. Seis jogadores com dois dígitos em valorização, liderados por uns superlativos Causeur (17 pontos e 21 de valorização) e Luka Doncic, que com 15 pontos e 17 de valorização foi eleito MVP da Final Four.

Não era Istambul mas parecia pelo amarelo que inundava as bancadas da Stark Arena. O Real Madrid tinha que lutar contra um ambiente desfavorável e uma oposição do Fenerbahçe baseada no jogo no limite. Aguentou a entrada turca e não se preocupou que fossem dois secundários como Ahmet (8) e Kalinic (5) a marcarem. Os importantes estavam marcados. A pressão dos comandados por Obradovic durou cinco minutos (6-11), os que demoraram os blancos a juntarem ao seu jogo o acerto nos triplos.  

O perímetro madridista começa a carburar
Um desconto de tempo de Laso e a entrada em campo de Rudy e Llull deram ao Madrid maior capacidade para ameaçar com o jogo exterior. Isso somado a que defensivamente aplicasse a mesma dureza do adversário permitiu encadear uns minutos de grande nível. Como fizeram nas meias-finais, deixaram para trás o Fenerbahçe e com um parcial de 16-1 em sete minutos, nos quais marcaram quatro triplos em cinco tentativas, alcançaram a maior diferença (25-17, min. 12). Foram Sloukas e Melli os que deram um passo em frente do lado turco para porem fim à série madridista e levarem a final a uma troca de golpes até ao intervalo com o 38-40.

RUDY CONQUISTA A EUROLIGA NO SEU JOGO 400 COM REAL MADRID.

A elevada exigência do jogo não permitia descansar e o Madrid demostrou estar muito concentrado. Fez um terceiro quarto sensacional a todos os níveis. Não fraquejou apesar da pressão exercida pelo Fenerbahçe, agora com Wanamaker no comando, e seus seguidores. Fazia frente com todos os seus jogadores, liderados por um sensacional Causeur. O francês marcou 12 pontos no terceiro quarto para um total de 25 do Madrid. A sua contribuição e a de Reyes na área restritiva, mais um grande trabalho defensivo que apenas concedeu 15 pontos ao adversário, permitiram aos jogadores orientados por Laso entrarem com 8 pontos de vantagem no quarto decisivo (63-55, min. 30).

A força de uma equipa 
Assim foi como tinha jogado durante todo o encontro e a chave do êxito do grupo de Laso: ser uma equipa. Foi impressionante. Em cada bola, em cada posse, o Madrid deu tudo. O Fenerbahçe continuava sem poder derrubar a solidez madridista. Tentava com um acertadíssimo Melli, mas os blancos respondiam uma e outra vez com diferentes protagonistas. Tavares controlava o jogo ofensivo turco, Doncic a dirigir, Thompkins, Carroll... uma exibição de basquetebol solidário. Um triplo de Carroll colocou o Madrid dez pontos à frente com 71-61 no minuto 35.

Sangue frio com Causeur no comando 
Com tudo que tinham, os jogadores de Obradovic lutaram até final, diminuindo a desvantagem para 81-78 a 22 segundos do final, mas a Décima merecia um esforço suplementar. Um ressalto de Thompkins no ataque e posterior cesto, e dois lançamentos livres de Causeur faziam cair definitivamente o Fenerbahçe e permitiam ao Real Madrid alcancar o sonho numa temporada carregada de dificuldades (85-80, min. 40).

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

O Real Madrid recebeu o troféu de campeão

por Pedro Silva, em 28.08.17

H_HE23421.jpg 

Os jogadores ofereceram este título, a Supertaça Europeia e a de Espanha aos adeptos. 
 

O Real Madrid recebeu o troféu de campeão da Liga 2016/17. Antes do início do jogo frente ao Valência, o presidente da Federação Espanhola de Futebol, Juan Luis Larrea, entregou a Sergio Ramos e Marcelo a taça na tribuna de honra do Santiago Bernabéu.

Os dois primeiros capitães desceram ao relvado com o troféu, onde estavam também a Supertaça Europeia e a de Espanha, conquistadas no arranque desta temporada. Ramos, Marcelo e Cristiano Ronaldo levantaram os troféus para os oferecerem aos adeptos, e depois o plantel posou com os três títulos. 

 

in Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

h2Thumb.jpg 

O campeão quer, perante os seus adeptos, continuar como líder antes da paragem (21:15 h portuguesa).
 

Dois títulos, liderança na primeira jornada e um nível de jogo brilhante. A temporada não podia ter começado de melhor forma para o Real Madrid. O objectivo agora é prolongar o bom momento o máximo possível. Após o contundente triunfo da semana passada no Riazor, os pupilos de Zidane recebem o Valência no primeiro jogo do campeonato como visitados. O Santiago Bernabéu voltará a desfrutar da Liga na procura de uma vitória que mantenha a equipa no lugar mais alto da classificação antes da paragem para compromissos das selecções.

A solidez em casa foi uma das chaves para a conquista da Liga na época passada. O actual campeão, que está há 11 temporadas invicto na estreia para a Liga no Bernabéu, vai tentar dar sequência a esse registo com o apoio dos adeptos. “Queremos manter o bom momento, os títulos ganham-se dia a dia”, assinalou Zidane.

O REAL MADRID ESTÁ INVICTO NAS ÚLTIMAS 9 VISITAS DO VALÊNCIA PARA A LIGA.

O técnico dos brancos não pode contar com Ramos, Vallejo e Varane na defesa. Além disso, Cristiano Ronaldo, recentemente escolhido Melhor Jogador da UEFA 2016/17, continua castigado. No entanto, este plantel já deu mostras do seu potencial em numerosas ocasiões e de saber ultrapassar as baixas.

O adversário 
Por seu lado, o Valência chega ao Bernabéu procurando a sua segunda vitória, depois de iniciar a Liga a ganhar por 1-0 ao Las Palmas. Marcelino, que tomou conta da equipa este verão, convocou 18 jogadores, entre os quais estão alguns dos reforços, como Neto, Maksimovic, Kondogbia ou Murillo. “Jogamos contra uma equipa extraordinária, mas temos a vontade e a ambição de conseguir um resultado positivo”, avisou o técnico do Valência.

 

in Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

_HE10123Thumb.jpg 

O plantel, a equipa técnica e a Junta Directiva visitaram a Câmara Municipal e a Comunidade de Madrid.
 

Um dia depois de conquistar a 33ª Liga em Málaga, a festa continuou nas sedes do Município e da Comunidade de Madrid. O Real Madrid foi ali para oferecer o título aos madridistas. O plantel, a equipa técnica, juntamente com Florentino Pérez e a Junta Directiva, partiram do estádio Santiago Bernabéu e dirigiram-se em primeiro lugar ao Palácio de Cibeles, sede do Município.
 
A presidente, Manuela Carmena, recebeu a equipa e deu os parabéns: “Como são tão extraordinários não esperávamos outra coisa da vossa parte, esperávamos que ganhassem. São especiais, é uma honra para Madrid ter esta equipa".

Florentino Pérez: "Estamos orgulhosos por conquistar esta Liga"
"Muito obrigado pelo vosso carinho e por nos receberem para partilhar este triunfo na casa de todos os madrilenos e na frente de todos os nossos amigos madridistas. Esta é a nossa Liga número 33, ninguém tem mais, e estamos orgulhosos de tê-la conquistado juntos e unidos. Esta equipa demonstrou que prima pela unidade e cumplicidade. E com uns adeptos incansáveis que nos apoiaram desde o primeiro minuto até final. Esta é parte da fórmula que nos ajudou a alcançar um dos grandes desafios deste ano”.
 
“Quero agradecer a estes futebolistas enormes que já fazem parte da história deste clube. Os títulos para o Real Madrid não são uma meta mas um impulso para enfrentar novos desafios. Esta equipa demonstrou uma vez mais que conhece muito bem os valores deste clube. Sonhamos em voltar no dia 4 de Junho para partilhar de novo a emoção de um título".

"Estes jogadores e os técnicos vão dar tudo por tudo para tentarem ganhar o que seria a nossa décima segunda Taça dos Campeões Europeus. Obrigado Zizou, por tudo que nos deste e continuas a dar. És o melhor treinador do mundo. Tu, os teus adjuntos e o teu plantel voltaram a fazer história com um jogo brilhante”.
 
Ramos: “É um orgulho representar esta equipa"
"Foi uma Liga muito difícil mas mostramos regularidade. Obrigado por nos receberem mais uma vez aqui. Esta Taça é também de todo o madridismo”.

FLORENTINO PÉREZ: "ESTE PLANTEL JÁ FAZ PARTE DA HISTÓRIA DESTE CLUBE"

Depois dos discursos houve uma troca de lembranças. Florentino Pérez ofereceu à presidente uma réplica do troféu da Liga e duas camisolas do Real Madrid, uma das quais estava autografada por todo o plantel. Manuela Carmena correspondeu oferecendo aos brancos umas medalhas de chocolate com a Cibeles.

Comunidade de Madrid
Os campeões foram depois à Real Casa de Correos, sede da Comunidade de Madrid. Antes de começarem os discurso foi projectado um vídeo comemorativo. Tal como na Câmara Municipal houve uma troca de lembranças. Florentino Pérez entregou uma réplica da Liga e duas camisolas do Real Madrid, uma das quais assinada por todo o plantel, ao passo que a presidente Cristina Cifuentes correspondeu com uma placa comemorativa.
 
Ramos: “Oxalá consigamos brindar-vos com muitos mais títulos”
“Este título é muito merecido, fruto de muito trabalho, mas era muito importante ganhar a Liga depois de cinco anos. Ainda falta cumprir outro sonh. Obrigado aos adeptos pelo carinho e por apoiarem a equipa em todo o mundo. Oxalá consigamos brindar-vos com muitos mais títulos ao longo destes anos”.
 
Florentino Pérez: “É uma honra partilhar esta Liga”
“É uma honra voltar aqui de novo com todos os jogadores e com o nosso treinadores para partilhar está Liga com todos os que amam o nosso símbolo e a nossa camisola. Sabemos que entre todos estes está a presidente, e todos madridistas ficam cheios de satisfação. Queríamos  conseguir uma nova Liga porque sabíamos que era um dos desejos dos nossos adeptos".
 
“Este plantel de magníficos jogadores e o nosso incrível treinador realizaram uma temporada formidável. Um grupo que teve do seu lado os adeptos em todos os momentos, apoiando a equipa quando esta mais precisava, como ontem em Málaga, e daqui agradeço essa força. O Real Madrid vive um dos grandes momentos da sua história”.

Cristina Cifuentes: “São uma equipa campeã”
“Esta casa é vossa e abrimos as portas com muito carinho porque estamos a festejar um novo e importantíssimo triunfo, daquela que é sem dúvida a melhor equipa do mundo, o Real Madrid. Foi emocionante, esperamos até à última jornada para poder festejar esta Liga, a número 33 do vosso palmarés, mas não duvidamos de que iam conseguir porque lutaram até ao último minuto. É um prémio da regularidade e do bom jogo. Por isso são uma equipa campeã”.

O momento mais esperado foi quando os jogadores, depois de rubricarem o livro de assinaturas, foram à varanda da Real Casa de Correos para saudar os madridistas que enchiam a Puerta del Sol. 

 

in Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00



Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18