Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


1-2: Tropeção frente ao Girona

por Pedro Silva, em 18.02.19

_HE12061_horThumb.jpg

Casemiro colocou o Real Madrid em vantagem na primeira parte, mas a equipa catalã deu a volta na segunda.

Sem Título.png

O Real Madrid tropeçou no Bernabéu ante o Girona. Os blancos foram superiores ao rival na primeira parte, na qual se adiantaram com um golo de Casemiro, e acabaram por ser superados na segunda. A primeira oportunidade do encontro surgiu aos 17'. Kroos recuperou a bola, fez o passe para Lucas Vázquez e o canterano intrometeu-se com êxito entre os defesas rivais, aparacendo na cara de Bono. O guarda-redes visitante acabaria por levar a melhor. Dois minutos mais tarde chegou a resposta do Girona, mas foi a vez de Courtois brilhar na sequência do disparo de Stuani na zona frontal.

Com o avançar os minutos, via-se um Real Madrid inclinado para a baliza de Bono e não surpreendeu que tenha inaugurado o marcador. Belo centro de Kroos e magnífico golpe de cabeça de Casemiro. O brasileiro marcou pela segunda jornada consecutiva. Mais duas ocasiões, uma para cada equipa, verificaram-se antes do descanso. A primeira foi para o Girona, mas o potente remate de Granell, aos 40', passou ligeiramente ao lado da baliza. A última, dois minutos depois, foi de Benzema, que rematou já dentro da área e obrigou Bono a demonstrar os reflexos.

CASEMIRO MARCOU PELO SEGUNDO JOGO CONSECUTIVO.

O Girona adiantou linhas depois do regresso dos balneários, através das entradas de Lozano e Aleix García. E foram precisamente estes os protagonistas aos 59'. Centrou Portu e Courtois fez uma enorme defesa ao remate de cabeça de Lozano, tendo na recarga Alex García errado o alvo, rematando por alto desde a marca de penálti. Foi um sério aviso, pois volvidos seis minutos os visitantes empataram na sequência de uma grande penalidade convertida por Stuani, devido a uma mão na bola de Sergio Ramos.

Reviravolta do Girona
Faltavam ainda mais de 20 minutos para o apito final quando o Girona fez o 1-2,. Portu, que minutos antes rematara ao poste, marcou de cabeça, aproveitando um ressalto na pequena área. Daí para a frente o Real Madrid tentou fazer tudo o que lhe era permitido para empatar e esteve perto em dois remates de Vinicius Jr. desde a zona frontal, e num cara a cara de Bale, ao qual chegou com grande esforço e um pouco atrasado. Aos 90' registou-se a expulsão de Ramos, por duplo amarelo, e nos instantes finais Courtois subiu até à grande área contrária para tentar a sua sorte na sequência de um canto, acabando o cabeceamento por sair ligeiramente para fora.

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

_HE12124.jpg

Casemiro, de bicicleta, Ramos e Bale assinaram os golos da equipa blanca, que já é segunda na Liga.

Sem Título 2.png

Seriedade, solidez e contundência. Agora que chega o tramo decisivo da temporada, o campeão europeu continua a mostrar o excelente nível das últimas semanas. Os blancos impuseram-se por 1-3 no intenso dérbi disputado no Wanda Metropolitano, onde ninguém tinha vencido esta campanha, e já são segundos na Liga. Casemiro inaugurou o marcador com uma grande bicicleta, Ramos fez o segundo de penálti e Bale garantiu o quinto triunfo seguido no campeonato.

Desde o início, as duas equipas protagonizaram um jogo muito intenso e disputado em que cada lance era uma batalha. Griezmann, com um disparo desviado, e Modric, de cabeça, foram os primeiros a criar perigo nas áreas de Courtois e Oblak. O Madrid tentava elaborar e o Atlético de Madrid presionava alto procurando uma falha. O primeiro golo não demorou a aparecer. Aos 16’, Kroos marcou um canto, Ramos lutou pela bola de cabeça e Casemiro, em segunda instância, realizou uma grande bicicleta que adiantou o conjunto de Solari.

Consulta ao VAR
Depois do 0-1, os blancos procuraram pausar o encontro. No entanto, apenas nove minutos depois, o Atlético de Madrid fez o empate. Correa roubou a Vinicius uma bola dividida na qual os merengues reclamaram falta e viu a desmarcação de Griezmann, que definiu perante Courtois. O assistente assinalou fora de jogo do avançado francês, mas o VAR concedeu o golo. 

RAMOS SOMA 11 TENTOS E ESTA JÁ É A SUA TEMPORADA MAIS GOLEADORA.

As numerosas interrupções dificultavam a fluidez do jogo madridista. As ocasiões escasseavam, apesar de Kroos, aos 37’, testar Oblak com um disparo de fora da área. Quando parecia que se ia para o intervalo com um empate, uma sensacional jogada de Vinicius pela esquerda provocou o penálti de Giménez que o VAR corroborou. Ramos marcou o 1-2 fazendo o seu décimo primeiro tento da temporada.

As primeiras oportunidades do recomeço foram rojiblancas. Morata e Griezmann prouraram o empate com remates seguidos. O avançado espanhol viu um golo ser anulado aos 54’ por fora de jogo. Enquanto, Solari deu descanso a Vinicius e fez entrar Bale. Aos 60’, Courtois fez uma boa defesa a disparo de Giménez. Pouco depois, Morata reclamou penálti, mas nem o árbitro nem o VAR detectaram alguma infracção.

100 golos de Bale
O jogo continuava muito disputado, com demasiadas faltas e poucas ocasiões de golo. Foi então que apareceu a qualidade merengue. Uma rápida transição ofensiva deixou Bale em posição de disparo após uma grande assistência de Modric. O remate cruzado do galês resultou no 1-3 (74’), e no seu golo número 100 no Real Madrid. O Atlético de Madrid ficou reduzido a dez aos 80’ por duplo amarelo a Thomas. O jogo estava decidido mas Bale podia ter aumentado a conta de cabeça. No final, 1-3 e o Real Madrid soma e segue. Agora, vem a Champions.

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

_3AM4025.jpg

O golaço do brasileiro e o do croata dão os três pontos diante do Sevilha num Bernabéu rendido ao jogo dos blancos.

Sem Título.png

O Real Madrid estreou-se na segunda volta da Liga ganhando ao Sevilha, uma das melhores equipas da competição, e convencendo os seus adeptos num jogo que dominou do princípio ao fim. O resultado acabou por ser curto em função do que se viu no relvado do Bernabéu, mas o primeiro dos golos marcados foi de bandeira. Valeu a pena pagar o bilhete só para ver o espectacular disparo de longe com que Casemiro fez o 1-0.

Desde o início se viu um Real Madrid solidário, dominador e que exercia uma pressão muito alta para recuperar rapidamente o esférico. A primeira ocasião chegou aos seis minutos e foi claríssima. Roubou Modric no centro do campo e Benzema assistiu Vinicius Jr., que ficou isolado frente a Vaclík. O guarda-redes visitante esteve acertadíssimo. 

Mais ocasiões
Os minutos passavam e o domínio era da equipa da casa, mas a meio da primeira metade os visitantes podiam ter-se adiantado num contra-ataque que Escudero finalizou no frente a frente a Courtois. Os primeiros 45 minutos terminaram sem golos, apesar das últimas oportunidades antes do descanso também terem sido para os blancos. Os disparos de Benzema, aos 36’, e Vinicius Jr., já aos 45’, terminaram nas mãos de Vacklík.

CASEMIRO ESTREOU-SE NESTA LIGA COM UM GOLAÇO.  

A segunda metade foi um monólogo madridista. Os jogadores da casa tinham o esférico e as ocasiões. Casemiro, aos 54’, e Modric, três minutos depois, dispararam de zona frontal mas não encontraram a baliza. Voltou a tentar o croata aos 58’. O seu remate da marca de penálti golpeou num defesa do Sevilha antes de embater na lateral da rede.

Os melhores minutos dos blancos
Eram os melhores minutos do Real Madrid e apareceu uma nova oportunidde. Jogada pessoal de Vinicius Jr. e o seu disparo saiu a escassos centímetros da baliza dos visitantes. O merecido golo parecia ser uma questão de tempo e esteve quase a chegar aos 67’ após um formidável disparo de longe de Ceballos, que embateu na trave. O assédio era evidente e só o golo resistia, que podia ter sido obtido de novo aos 74’. Canto ensaiado que termina nas botas de Reguilón em zona frontal e o seu centro foi rematado por Casemiro de cabeça a roçar o poste.

O Sevilha continuava a sofrer e quatro minutos depois chegou o merecido prémio. Casemiro foi o protagonista com um tremendo disparo desde cerca de 30 metros que inaugurou o marcador. Vaclík ainda chegou a tocar no esférico mas não conseguiu impedir o golaço do brasileiro. Já nos descontos, Modric culminou um tremendo jogo roubando o esférico a Carriço e definindo com maestria frente a Vacklík. O Real Madrid agradou e muito ao Bernabéu.

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

FotomontajeThumb.jpg

Keylor, Varane, Ramos, Marcelo, Modric, Casemiro, Kroos, Isco e Bale estão entre os nomeados para este onze ideal.
 
Nove jogadores do Real Madrid fazem parte da lista de 50 futebolistas propostos pela UEFA para constituir a Equipa do Ano 2018. O conjunto blanco é o que apresenta o maior número de candidatos, através de Keylor Navas, Varane, Ramos, Marcelo, Modric, Casemiro, Kroos, Isco e Bale. Os usuários da página web da UEFA são os responsáveis pela eleição do melhor onze do ano.
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:41



Agenda do Real Madrid


Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18


Publicidade



Espectadores