Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


_HE21586Thumb.jpg

É o jogador de ambos os plantéis que disputou mais confrontos entre Real Madrid e Barcelona.
 
O Clássico é um dos jogos que todos os futebolistas querem disputar e a primeira mão das meias-finais da Taça do Rei ditou um empate num encontro muito disputado entre Real Madrid e Barcelona. Uma vez mais, a liderar a equipa blanca esteve Sergio Ramos, que disputou o seu Clássico número 40. O capitão é o jogador, dos actuais plantéis das duas equipas, que disputou mais confrontos entre Real Madrid e Barcelona, por diante de Messi (39).

Ao longo da história, apenas três jogadores participaram em mais Clássicos que Ramos. O presidente honorário do Real Madrid, Paco Gento; Sanchís e o barcelonista Xavi, todos com 42. Para o sevilhano, este foi o seu décimo quarto Clássico com a braçadeira de capitão, algo que está ao alcance de muito poucos. 

Quatro golos
Um registo assim apenas pode ser conseguido com trabalho, constância e profissionalismo, qualidades exibidas por Ramos, que ao seu grande trabalho defensivo acrescenta os golos. O capitão marcou quatro nestes 40 Clássicos: dois no Santiago Bernabéu e outros dois no Camp Nou.
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

_AV15055_horThumb.jpg

Usa a braçadeira desde a temporada 2015/16 e o primeiro troféu que ganhou foi a Undécima.
 
Sergio Ramos continua a ganhar títulos e a ampliar o palmarés no Real Madrid. Depois da conquista do último Mundial de Clubes, no Zayed Sports City Stadium de Abu Dabi, o central já acumula 20 títulos ao serviço do clube. Ramos leva quatro temporadas como capitão, período durante o qual obteve 10 títulos.

Asumiu a braçadeira, que estava na posse de Casillas, no início da temporada 2015/16. A partir daí, ergueu pelo menos um troféu em cada uma das épocas. A Undécima em Milão foi a primeira das 10 conquistas como capitão: 3 Champions League, 3 Mundiais de Clubes, 2 Supertaças da Europa, 1 Liga e uma Supertaça de Espanha.

Palmarés espectacular
O palmarés completo de Sergio Ramos integra 20 títulos pelo Real Madrid: 4 Taças dos Campeões Europeus, 4 Mundiais de Clubes, 3 Supertaças da Europa, 4 Ligas, 2 Taças do Rei e 3 Supertaças de Espanha. Foi nove vezes eleito para o Onze Mundial da FIFA FIFPro, duas vezes Melhor Defesa da Champions, e uma vez Melhor Jogador da final da Champions e da Supertaça da Europa, possuindo ainda uma Bola de Ouro do Mundial de Clubes. Além disto, ao serviço da selecção sagrou-se campeão do mundo em 2010 e da Europa em 2008 e 2012.
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:34

GettyImages-1085747706_horThumb.jpg

Os dois capitães ganharam 4 Champions, 4 Mundiais de Clubes, 3 Supertaças Europeias, 4 Ligas, 2 Taças do Rei e 3 Supertaças de Espanha.
 
Sergio Ramos e Marcelo continuam a aumentar o seu peso na história madridista. Após a conquista do terceiro Mundial de Clubes de forma consecutiva, os dois capitães já alcançaram os 20 títulos no Real Madrid. Benzema é o seguinte jogador mais laureado do plantel com 17 troféus como madridista.

Ramos fala dos títulos que conquistaram juntos: "É um número que não se imagina alcançar quando se começa a jogar futebol e com o tempo dá-se conta do que se vai conseguindo. A título pessoal gostaria de entrar na lista de jogadores do Real Madrid com mais troféus. Gento é o que mais ganhou com 23”.

História
Ambos levantaram os mesmos troféus e o primeiro que conquistaram foi a Liga 2006/07. Por quatro vezes ganharam o troféu da regularidade, o mesmo número de vezes que a Champions League e o Mundial de Clubes. Este palmarés tão espectacular fica completo com três Supertaças Europeias, duas Taças do Rei e três Supertaças de Espanha.
 
artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:39

bale premio gales horizontalThumb.jpg 

O madridista recebeu uma bota de ouro no Millenium Stadium antes do amigável entre Gales e Espanha. 
 
Gareth Bale foi protagonista nos momentos antecedentes ao início do amigável que enfrentou Gales e Espanha no Millenium Stadium. O avançado madridista, que marcou 30 golos com a sua selecção, recebeu uma bota de ouro por superar Ian Rush (28 tentos) como o melhor marcador da história do combinado galês. 
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:37



Agenda do Real Madrid


Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18


Publicidade



Espectadores


subscrever feeds