Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Golos com História: Kaká

por Pedro Silva, em 11.02.19

_FCL5377_Thumb.jpg

Na temporada 2009/10, o brasileiro abriu o marcador de fora da área no Vicente Calderón.
 
Esta semana em Golos com História o protagonista é Kaká. O jogador brasileiro destacou-se pela elegância do seu jogo e a sua qualidade com a bola nos pés. A 7 de Novembro de 2009, Kaká exibiu estas virtudes no dérbi da jornada 10 da Liga, marcando um dos seus primeiros golos como jogador blanco.

Naquela ocasião, o Real Madrid defrontou o Atlético de Madrid no Vicente Calderón. Nos primeiros minutos do encontro, Kaká abriu o marcador com um fantástico remate de pé direito, imparável para o guarda-redes. O conjunto madridista acabou por vencer esse encontro por 2-3.
 
Kaká jogou no Real Madrid durante quatro temporadas, nas quais participou em 120 jogos e marcou 29 golos. Além disso, ganhou 3 troféus com a camisola do Real Madrid: 1 Liga, 1 Taça do Rei e 1 Supertaça de Espanha. 
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

Golos com História: Van Nistelrooy

por Pedro Silva, em 17.11.17

horizontalVAN-NISTELROOY-ALEGRIA-AFICION-(3)Thumb. 

O avançado marcou no primeiro minuto do dérbi disputado no Vicente Calderón em 2008/2009.
 
Na semana do dérbi, o protagonista de Golos com História é Van Nistelrooy. O avançado chegou ao Real Madrid no Verão de 2006 oriundo do Manchester United. Era um excelente rematador e finalizava com facilidade, tanto de cabeça como como os dois pés. Deixou marca no Bernabéu sob a forma de golos durante as quatro temporadas em que vestiu a camisola do Real Madrid.

O primeiro dérbi da temporada 2008/2009 teve lugar no Vicente Calderón na sétima jornada da Liga. Os blancos adiantaram-se nos primeiros segundos do encontro. A jogada surgiu de um lançamento lateral de Marcelo que acabou nos pés de Van Nistelrooy. Controlou a bola, rodou e desferiu um remate potente e seco ao poste mais próximo da baliza dos "rojiblancos". Desta forma, abriu o marcador de um jogo que terminou com vitória do Real Madrid por 1-2.
 
Van Nistelrooy conseguiu um registo de 64 golos nos 96 encontros que disputou como madridista. Brilhou desde a sua primeira temporada como jogador blanco, na que conquistou o Troféu Pichichi (2006/2007). No plano colectivo, do seu palmarés constam 2 Ligas e 1 Supertaça de Espanha.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

rachaThumb.jpg 

Com o golo de Isco no Calderón alcançou o registo que pertencia ao Bayern de Munique. 
 

O Real Madrid continua a romper estatísticas. Após marcar no Vicente Calderón no encontro que deu a passagem à final da Champions, a equipa já soma 61 jogos consecutivos a fazer golo. Esta cifra iguala o registo que o Bayern de Munique alcançou entre as temporadas 2012/13 e 2013/14.

Esta espectacular série dos madridistas começou a 30 de Abril de 2016 (0-1 contra a Real Sociedad). Desde então, passou mais de um ano, no qual os brancos marcaram 167 golos nos 61 encontros disputados (2,74 por jogo). Os tentos da equipa treinada por Zidane dividem-se por cinco competições diferentes: Liga (102), Champions League (34), Taça do Rei (22), Mundial de Clubes (6) e Supertaça Europeia (3).

Goleadores
A nível individual, o melhor marcador dos brancos durante este período é Cristiano Ronaldo, autor de 39 golos. Depois do português aparecem Morata (20) e Benzema (18). Na lista figuram praticamente todos os membros do plantel: 20 madridistas contribuíram com os seus golos para alcançar os 61 jogos consecutivos a marcar.

 

in Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:00

_3AM0462_ULTRAThumb.jpg 

O Real Madrid fez valer no Calderón o 3-0 da primeira mão e o golo de Isco carimbou a passagem à final, que se vai disputar a 3 de Junho contra a Juventus.

 

Real Madrid vai jogar a final da Champions League no próximo 3 de Junho em Cardiff contra a Juventus. Poucas equipas são capazes de alcançar o que conseguiram os madridistas, que estão a um passo de se tornarem na primeira equipa a revalidar o título na era Champions. Os brancos, apesar de caírem por 2-1 no Calderón, fizeram valer o 3-0 que traziam do Bernabéu.

Apesar de Casemiro ter tido uma oportunidade de cabeça num canto  marcado por Kroos aos 7’ e obrigar Oblak a brilhar, o primeiro quarto de hora foi para o Atlético de Madrid, que fez dois golos. Koke marcou um canto aos 12’ e Saúl fez golo de cabeça. Três minutos depois Torres foi derrubado na área num lance com Varane e o árbitro Çakir apitou penálti. Griezmann emcarregou-se de o transformar.

Grande jogada de Benzema
A partir daí o jogo mudou, e o Real Madrid ficou dono do esférico. Insistia e insistia o campeão europeu e começava a chegar mais vezes à área adversária. Isco fintou Savic aos 38’ e disparou ao primeiro poste, mas Oblak agarrou o esférico. Foi o prenúncio da jogada que deu tranquilidade aos brancos. Benzema recebeu junto ao canto rodeado por três defesas adversários aos 42’ e num curto espaço fugiu a Savic, Godín e Giménez com uma finta excepcional. Entregou depois a bola a Kroos, que encontrou de novo Oblak, mas apareceu Isco para aproveitar a recarga e colocar a bola no fundo das redes. Agora o Atlético de Madrid tinha de fazer três golos, e o Real Madrid estava mais perto de Cardiff.          

O REAL MADRID MARCA HÁ 61 JOGOS CONSECUTIVOS.  

O Real Madrid continuou a dominar após o intervalo e o primeiro tiro entre os postes foi seu. Cristiano Ronaldo, bastante descaído, marcou uma falta com um potente remate que Oblak despejou com os punhos aos  47’. Oito minutos depois foi Isco que tentou com o pé esquerdo, mas o seu disparo de zona frontal saiu desviado. Também podia ter marcado o Atlético de Madrid. Keylor Navas evitou o golo aos 66’ com duas intervenções prodigiosas, primeiro a um disparo de Gameiro e na sequência a um remate de cabeça à boca da baliza de Carrasco.

Os minutos passavam e o Real Madrid, em vez de defender, queria pelo menos empatar o encontro. Esteve perto de o conseguir aos 74’. Centro de Marcelo e o remate de cabeça de Benzema não acertou na baliza por muito pouco. O campeão da Europa já está em Cardiff. Só um jogo, a 3 de Junho, o separa de ser a primeira equipa a revalidar o título na era Champions.

 

in Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:51



Agenda do Real Madrid


Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18


Publicidade



Espectadores