Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Montaje_BalonDeOro.jpg 

‘France Football’ publicou a lista dos 30 candidatos ao galardão.
 
Ramos, Varane, Modric, Marcelo, Isco, Bale, Benzema e Courtois são os oito madridistas nomeados para a Bola de Ouro 2018. O Real Madrid é a equipa com mais representantes na lista de 30 candidatos divulgada pela France Football, publicação responsável pela atribuição deste prestigiado galardão. O vencedor será conhecido a 3 de Dezembro. 

Desde a anterior edição deste prémio, os sete primeiros conquistaram a Champions League e o Mundial de Clubes. O guarda-redes belga, por seu lado, terminou o último Mundial da Rússia numa histórica terceira posição pela Bélgica, tendo recebido a Luva de Ouro para o melhor guardião. Os restantes candidatos ao prémio são: Aguero, Alisson, Cavani, Cristiano Ronaldo, De Bruyne, Firmino, Godín, Griezmann, Hazard, Kane, Kanté, Lloris, Mandzukic, Mané, Mbappé, Messi, Neymar, Oblak, Pogba, Rakitic, Salah e Luis Suárez. 
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:11

Fotomontaje1Thumb.jpg 

Navas, Courtois, Ramos, Carvajal, Marcelo, Varane, Casemiro, Isco, Kroos, Modric e Benzema são candidatos a integrar a equipa ideal, que será conhecida no dia 24 de Setembro, na gala dos Prémios The Best FIFA.
 
Já é conhecida a lista dos 55 finalistas que vão concorrer ao melhor onze de 2018. O Real Madrid conta com 11 jogadores nomeados, após uma escolha apoiada nos votos de mais de 25.000 futebolistas profissionais de mais de 65 países. Os eleitos para integrar o FIFA FIFPro World 11 serão conhecidos na gala dos Prémios The Best FIFA, no próximo dia 24 de Setembro.

Keylor Navas e Courtois estão entre os cinco guarda-redes candidatos ao galardão, enquanto nos 20 defesas seleccionados estão Sergio Ramos, Varane, Carvajal e Marcelo. Modric, Kroos, Casemiro e Isco surgem no lote dos 15 melhores médios, ao passo que Benzema é um dos 15 avançados mais votados.
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55

Goleada e muita “tremideira”

por Pedro Silva, em 01.09.18

novo-real-ja-brilha-no-bernabeu.jpg 

imagem retirada de zerozero

 

Ao contrário do que muitos possam dizer, estou longe de achar que está tudo a correr bem neste novo Real Madrid CF. È verdade que já são dois os jogos em que os «blancos» vencem de goleada, mas são também dois os jogos em que estes mesmos «blancos» tomam decisões – especialmente a nível do passe – que só não tem redundado em resultados negativos porque do outro lado do campo estiveram equipas cujo poptencial está muito abaixo do real Madrid. Contudo fosse o adversário um Atlético ou um Barcelona e não sei se por esta altura teríamos tantos elogios dirigidos a este Real “posse” Madrid.

 

Não sou contra a posse de bola. Até que acho que ter a posse do esférico é a forma (mais ou menos) eficaz, de se “matar” o jogo. Contudo ter posse quando o resultado está a zero e o cronómetro a andar ou quando se está empatado ou a perder não é uma boa solução. O problema é que este Real Madrid de Lopetegui só sabe jogar em posse. Esteja o jogo como estiver!

 

Felizmente o talento individual e a estupidez dos adversários têm ajudado a que os três pontos da vitória fiquem na posse dos “Madridistas”, mas isto não vai durar para sempre. Claro que or ir vencendo de goleada (mesmo que desta forma) ajudav a “cimentar” a moral da equipa e o futebol vai fluindo, mas ne, todos são o Girona e o Leganés… Para mais até mesmo as equipas ditas “pequenas” já perceberam que para fazer com que este Real Madrid CF “abane” basta pressionar o defesa que tenha a bola ou então ficar na defensiva e apostar nas transições rápidas…

 

MVP (Most Valuable Player): Gareth Bale. Não esteve sublime, mas sou da opinião de que o internacional galês foi o melhor em campo. Marcou um golo sublime após uma preciosa assistência de Carvajal e lutou sempre muito até ter sido substituído. A ver vamos se esta boa gorma é para se manter ou se as “razões pessoais” o vão abalar outra vez.

 

Chave do Jogo: Apareceu no minuto 50´, altura em que Karim Benzema marcou o segundo golo do jogo. Até este momento eram evidentes as dificuldades da equipa “madridista” que não conseguia explanar o seu futebol diante de um muito confiante CD Leganés que parecia muito satisfeito com o empate a uma bola.

 

Arbitragem: Jaime Latre teve uma arbitragem muito regular. Na minha opi9nião terá ficado por marcar uma grande penalidade na primeira parte a favor da equipa da casa por mão na bola de um atleta do Leganés. Tenho também manifestas dúvidas no penálti assinalado contra o Real Madrid CF dado que não me pareceu que Casemiro tivesse feito falta para tal. O golo de Benzema parece ter sido procedido de falta do internacional francês, mas dou o benefício da dúvida ao árbitro que recorreu ao VAR para melhor analisar o lance.

 

Positivo: Ganhar e ganhar. Efectivamente ganhar mesmo que o sistema de jogos seja o que é é o mais importante. è sempre mais fácil construir uma equipa sobre - várias - vitórias.

 

Negativo: Marco Asensio. Mau jogo do jovem internacional espanhol. Muito desconcentrado a nível do passe e do posicionamento. Há dias assim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:40

Tudo não passou de um susto inicial...

por Pedro Silva, em 26.08.18

imgS620I229396T20180826231426.jpg 

O Real Madrid deslocou-se ao terreno do Girona e goleou por 1x4 graças a uma segunda parte de excelente nível, bem longe de uma primeira com pouco brilho. A formação treinada por Julen Lopetegui, com Luka Modric no banco de suplentes, viu o adversário protagonizar um início bem forte... e a coisa até podia ter corrido mal.

 

Os merengues sentiram um aperto inicial e viram-se em desvantagem no marcador quando Borja García, aos 16 minutos e em estilo, inaugurou o marcador. O Girona pressionava e o meio-campo galático teimava em não funcionar. O duplo-pivot constituído por Casemiro e Toni Kroos não revelou sintonia e a equipa ressentiu-se durante largos minutos do primeiro tempo.

 

Aos poucos, o ataque começou a soltar-se e, perto do intervalo, o Real chegou o empate. Uma grande penalidade polémica sofrida por Marco Asensio permitiu a Sergio Ramos igualar a contenda e respirar fundo, tendo em conta o rumo do encontro.

 

Na segunda parte, a história mudou radicalmente. As individualidades começaram a ganhar maior protagonismo - Isco à cabeça - e o futebol começou a sair com mais naturalidade. Benzema, por duas vezes (52' e 80') e Bale (59') trataram de sentenciar o resultado final.

 

Artigo publicado no site zerozero

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55



Agenda do Real Madrid


Calendário

Outubro 2018

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (15/10/2018)


as (15/10/2018)


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18


Publicidade



Espectadores