Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


_AV13591_horThumb.jpg

“O resultado é muito bom e importante”, disse o francês.
 
Karim Benzema inaugurou o marcador na vitória diante do Ajax na Johan Cruyff Arena e aumentou os seus grandes números na Taça dos Campeões Europeus. O avançado já soma 60 golos nesta competição, o memso registo que conseguiu Van Nistelrooy, e coloca-se na quarta posição dos goleadores históricos do torneio. Na frente do avançado merengue estão Cristiano Ronaldo (122), Messi (106) e Raúl (71).

Os 60 tentos de Benzema na Taça dos Campeões Europeus dividem-se entre os conseguidos no Real Madrid (48) e no Olympique de Lyon (12). Alguns deles em jogos tão importantes como o marcado na final da Décima Terceira.

Número redondo de jogos
Além disso, o francês alcançou os 450 jogos com o Real Madrid na visita ao Ajax. Benzema explicou assim o encontro: “Eles são jovens e pressionaram muito desde o início. Nós entramos bem, mas com sorte não sofremos nenhum. No segundo tempo as duas equipas estiveram bem. O resultado é muito bom e importante, mas no campo não fizemos um grande jogo. Sabemos que jogam bem e para a seguda mão temos que fazer outro grande jogo”.

“Gosto de jogar com Vinicius Jr. porque é um jogador que trabalha muito, e isso vê-se, no jogo fez muitas coisas boas. Durante o jogo também sofri uma pancada no início e pouco a pouco com o frio ficou duro. Agora mesmo dói-me, mas vou descansar um dia ou dois e já está”.

Os seus números como madridista
Os 450 encontros de Benzema repartem-se por seis competições: Liga (299), Champions League (92), Taça do Rei (39), Supertaça de Espanha (8), Mundial de Clubes (8) e Supertaça Europeia (4). Em todos eles soma 211 tentos, que o colocam como o sexto melhor marcador na história do clube. Quanto a palmarés, desde a sua estreia como madridista na época 2009/10, Benzema conquistou 4 Champions League, 4 Mundiais de Clubes, 3 Supertaças Europeias, 2 Ligas, 2 Taças do Rei e 2 Supertaças de Espanha. 
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:22

3-0: Goleada e quinta vitória consecutiva

por Pedro Silva, em 04.02.19

_AV15346_ultraThumb.jpg

Os tentos de Benzema, Vinicius Jr. e Mariano dão o triunfo contra o Alavés antes de disputar o Clássico da Taça. 

Sem Título.png

O Real Madrid soma e segue. Os blancos voltaram  demonstrar que estão no melhor momento da temporada e alcançaram diante do Alavés o quinto triunfo consecutivo. Foi novamente determinante Benzema, que facturou nos quatro últimos encontros e marcou 6 golos nesta série.

Desde o início dominou o campeão do mundo e aos três minutos apareceu a primeira ocasião. Disparou Ceballos dentro da área após um ressalto e Maripán colocou a perna para enviar o esférico para canto. Nova tentativa seis minutos mais tarde. Jogada pessoal de Benzema, que depois de combinar com Ceballos disparou alto de zona frontal.

Marcou Benzema
Continuavam a passar os minutos e apareciam as ocasiões do Real Madrid. Quem tentou desta vez foi Vinicius Jr. mas Pacheco despejou com os punhos aos 16’. O prémio chegou à meia hora. Vinicius Jr. encontrou um espaço e entregou a bola a Reguilón por baixo das pernas do marcador directo. O canterano levantou a cabeça e assistiu Benzema, que rematou isolado. Com esta vantagem se chegou ao intervalo.

O REAL MADRID NÃO SOFREU GOLOS EM QUATRO DOS CINCO ÚLTIMOS JGOS EM CASA.

Adiantou linhas o Alavés após a passagem pelos balneários mas as jogadas de maior perigo continuavam a ser dos jogadores da casa. Controlou Bale de costas aos 49’ e cedeu o esférico a Benzema, que rematou em vólei para as mãos de Pacheco. Muito mais meritória foi a intervenção seguinte do guarda-redes visitante. A sua bonita estirada evitou o tento de Bale, que rematou cruzado um minuto mais tarde.

Decidiu Vinicius Jr.
Solari fez entrar Asensio para o lugar de Bale aos 63’ e dois minutos mais tarde podia ter marcado Jony, mas Courtois evitou com uma intervenção sóbria. Já aos 80’ decidiu o confronto Vinicius Jr. Centrou Asensio com o pé diretio e nehum defesa aertou com o despejo. O brasileiro apareceu ao segundo poste, controlou e colocou a bola onde não conseguiu chegar Pacheco. Mariano certificou a goleada nos descontos com um esplêndido remate de cabeça em prancha. Quinta vitória consecutiva e toca a pensar no Clássico da Taça.

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

GettyImages-1126532250.jpg

O francês, com o seu segundo bis em quatro dias, e Llorente carimbaram, diante do Girona, a quarta vitória seguida do Real Madrid.

Sem Título.png

O Real Madrid já está nas meias-finais da Taça e continua a coleccionar vitórias e boas sensações. Fá-lo com um nome próprio, o de Karim Benzema. O avançado francês atravessa um momento de forma espectacular e em Montilivi rubricou o seu segundo bis em quatro dias. Além dos seus dois tentos, Marcos Llorente arredondou o triunfo sobre o Girona para 1-3. Os blancos surgem entre os quatro aspirantes ao troféu como maiores goleadores da competição.

As duas equipas protagonizaram um primeiro tempo com bola cá e bola lá, com numerosas chegadas às duas áreas. Granell revelou as intenções dos donos da casa com um remate à trave ao minuto 2. Pouco a pouco, o Madrid foi tomando conta dos acontecimentos e a levar perigo à baliza de Iraizoz. Benzema, muito activo, deu os primeiros sinais, com um remate à meia volta e outra tentativa após receber um bom cruzamento de Carvajal. Depois foi Kroos quem sugiu a rematar do limite da área.

Exibição de Benzema
Aos 26’, Benzema esteve perto de abrir o marcador com um remate cruzado. Foi a antecâmara do 0-1, que surgiu um minuto mais tarde. O francês penetrou na área após uma tabela com Carvajal e bateu Iraizoz. O Girona não se rendeu e testou Keylor por intermédio de Lozano e Granell. Na troca de golpes, Vinicius e Marcelo protragonizaram uma combinação genial que terminou num remate do lateral defendido por Iraizoz. Quando eram os donos da casa quem mais atacava chegou o 0-2. Vinicius cedeu a bola a Benzema, que bisou com uma rosca tão perfeita como a de domingo frente ao Espanhol. O intervalo chegou com uma grande defesa de Navas frente a Stuani.

BENZEMA JÁ É O SEXTO MELHOR MARCADOR DA HISTÓRIA DO REAL MADRID.

O Real Madrid começou o segundo tempo com uma grande vantagem. A sua superioridade nas áreas tinha sido decisiva. Apesar de o ritmo de jogo e a pressão do Girona terem diminuído, os homens de Solari continuaram a procurar a baliza dos anfitriões. A ligação Benzema-Vinicius continuou a causar problemas à defesa adversária até que chegou a hora de distribuir minutos. O autor dos dois golos, Ramos e Vinicius foram cedendo os respectivos lugares a Asensio, Nacho e Bale.

O golo de Llorente
Aos 65’, Asensio obrigou Iraizoz a estirar-se e Lucas Vázquez, no ressalto, deparou-se com o poste. O Girona, que praticamente não tinha importunado Navas na segunda parte, reduziu a desvantagem num contra-ataque finalizado por Pedro Porro (71'). Após um remate de Bale defendido por Iraizoz, surgiu o 1-3. Assinou-o Marcos Llorente, com um remate colocado da zona frontal (76'). Nos últimos compassos do encontro houve oportunidades para ambas as equipas. Raúl Carnero e Bale estiveram perto do golo, mas o marcador não voltaria a funcionar. Quarta vitória seguida e lugar garantido nas meias-finais.

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

_1RM3591_ultraThumb.jpg

Os golos do francês, que realizou um jogo espectacular, e os de Ramos e Bale rubricam a vitória diante do Espanhol. 

Sem Título.png

O Real Madrid já está em velocidade cruzeiro. Não só ganhou os três últimos encontros oficiais como também o fez com um jogo agradável e que convence. Hoje encaminhou o triunfo contra o Espanhol em apenas um quarto de hora com os golos de Benzema e Ramos. O primeiro chegou no minuto 4. Modric entrou na área, disparou e Diego López evitou o tento com uma grande estirada, mas Benzema, muito rápido, aproveitou a recarga e adiantou os blancos.

O 0-2 chegou apenas 11 minutos depois e foi fabricado no laboratório de Solari. Kroos marcou de forma curta o canto para Modric, que colocou o esférico ao segundo poste, onde apareceu Ramos para marcar com um perfeito remate de cabeça. Terceiro golo do capitão nos dois últimos jogos. Apesar da vantagem, o Real Madridcontinuava a dominar o esférico, mas numa jogada isolada, e depois de uma série de ressaltos, Baptistao bateu Courtois aos 25’ e reduziu a diferença.

Obra de arte de Benzema
O conjunto da casa voltava a entrar no jogo mas os madridistas continuavam a serem fiéis ao guião que tinham seguido desde o início. E graças a esse domínio chegaram ao intervalo com uma vantagem maior. Já nos descontos apareceu a obra de arte da noite. Benzema combinou com Vinicius Jr., que lhe devolveu o esférico, e o francês colocou no fundo das redes com um remate em arco tão bonito como colocado perante o qual nada conseguiu fazer a estirada de Diego López.

O REAL MADRID É A PRIMEIRA EQUIPA QUE ALCANÇA OS 4500 PONTOS NA HISTÓRIA DA LIGA.

Solari viu-se obrigado a substituir ao intervalo Ramos, com queixas físicas, por Nacho. Não mudou o encontro após a passagem pelos balneários e as ocasiões mais claras de golo continuavam a ser para os visitantes. Décima primeira finta de Benzema, que deu um recital no RCDE Stadium, maravilhoso passe do francês para Modric aos 57’ e o disparo do croata da marca de penálti obrigou Diego López a brilhar.

Bale regressou com golo
A pressão do Real Madrid continuava a ser asfixiante e o Espanhol apenas conseguia sair do seu meio campo. Assim chegou o quarto golo dos visitaates. Entre Lucas Vázquez e Nacho roubaram o esférico a Baptistao no minuto 69. Bale, que aos 64’ tinha regressado após a lesão, fez o resto. Fugiu a Javi López com uma preciosa manobra de costas e um duplo toque de calcanhar, e bateu Diego López com um remate cruzado. Um minuto depois, o guarda-redes da equipa da casa evitou o tento de Carvajal, que recebeu um passe genial de um inspiradíssimo Benzema.

Tudo parecia já decidido mas o Real Madrid ficou reduzido a dez futebolistas aos 70’ devido à expulsão de Varane. Aí apareceram os melhores minutos do conjunto da casa, que esteve perto de reduzir a desvantagem dois minutos mais tarde num disparo de Sergio García que ficou envenenado depois de golpear em Reguilón e que Carvajalmandou para canto sobre a linha de golo. Quem marcou foi Rosales aos 82’, mas daí até final os madridistas souberam manter a vantagem e obtiveram uma merecida vitória. 

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00



Agenda do Real Madrid


Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18


Publicidade



Espectadores