Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


_AV13133_horizontalThumb.jpg 

Ganhou ao Joventut e soma o sétimo triunfo consecutivo antes de disputar três jogos entre quarta-feira e domingo. 

Sem Título.png 

O Real Madrid passou com distinção o seu primeiro exame numa semana em que tem ainda de disputar mais três jogos. Foi mais difícil do que o previsto, mas conseguiu a quarta vitória à custa de uma grande actuação no último período, dando sequência à eficácia de Carroll (13) e Campazzo (15) e à agressividade de Tavares (13 ressaltos, 20 de valorização), deixando o Joventut a nove pontos. Antes do primeiro tempo, os protagonistas foram Rudy (11), Prepelic (9) e Deck (15). Por sua vez, Pantzar e Yusta estrearam-se esta temporada em competições oficiais.

 
Os primeiros dez minutos ofereceram intercâmbios de golpes e de domínio no marcador. Sem Llull e Causeur, que não foram convocados, a actuação dos blancos teve outros fortes intervenientes neste confronto com um Joventut combativo e liderado por Laprovittola e Dawson. As acções atacantes foram da responsabilidade de um muito eficaz Prepelic (9) e também de Taylor, enquanto que na defesa Tavares começava a impor a sua lei: 22-23 para os verde e negros.

Segundo período
No segundo período assistiu-se à estreia, esta temporada, de Pantzar, a quem Laso confiou a liderança da equipa durante vários minutos. A maquinaria blanca começou a engrenar pelas mãos de Rudy (9) e Deck (8). Este parcial foi semelhante ao primeiro, com alternâncias no placard, e com um Joventut que se mantinha na discussão do resultado, graças a Dawson e Dimitrijevic. O Real Madrid fez um 7-0 antes de recolher aos balneários em vantagem (44-39).

FOI CUMPRIDO UM MINUTO DE SILÊNCIO PELAS VÍTIMAS DAS INUNDAÇÕES EM MAIORCA. 

Os merengues continuaram a acentuar as diferenças, chegando a usufruir de uma vantagem de 10 pontos, devido a uma maior intensidade na defesa, entre outras coisas bem feitas. Mas o Joventut nunca se desintegrou, evidenciando um bom entendimento nas tarefas ofensivas entre Laprovittola e Todorovic. Com Tavares a recuperar energias no banco, foi Reyes (6 pontos) a revelar-se decisivo no jogo interior do Real Madrid. Taylor (5) também esteve em destaque nos anfitriões, ao participar activamente na chegada aos 65-60.

Parcial espectacular
Um parcial de 14-1, com 5 pontos de Carroll e Campazzo, acabou por desfazer o equilíbrio. Os visitantes acusaram a subida de rendimento do Real Madrid no controlo e distribuição da bola, surgindo de novo Tavares a ditar leis e mostrando-se muito poderoso nos ressaltos, enquanto Campazzo se ia sentindo cada vez mas confortável no ataque, ao mesmo tempo que os blancos se encaminhavam para a quarta vitória na Liga. Os últimos minutos serviram para assinalar o regresso de Yusta, depois de algumas semanas lesionado, e deixar o Joventut a nove pontos de distância.

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:37

_1AM0225_horizontalThumb.jpg 

Impôs-se ao Unicaja num final apertado, que foi decidido com um espectacular parcial de 12-1 nos últimos dois minutos e meio. 

Sem Título.png 

O Real Madrid tinha diante de si um exigente arranque da Liga com três jogos em sete dias e resolveu-o com nota positiva, ganhando a três importantes adversários: Iberostar Tenerife no domingo passado; Valência Basket na Fonteta na quinta-feira, e Unicaja de Málaga. Frente aos andaluzes, o conjunto blanco desperdiçou uma vantagem de 15 pontos na primeira parte, mas soube reagir no tramo final a um mau terceiro período. Decidiu o encontro com um demolidor 12-1 quando perdia 77-81 à falta de 2:32. Grande exibição de Tavares (14 pontos, 11 ressaltos e 27 de valorização), com Campazzo (13 pontos e 21 de valorização), Carroll, Reyes e Randolph com dois dígitos em pontos marcados.

 
Nova prova de fogo para um Real Madrid que se apresentava diante dos seus adeptos com as baixas de Yusta, Ayón e Thompkins, e com menos de 48 horas de descanso desde o grande jogo de Valência. Recuperava Taylor, titular e protagonista nos primeiros minutos juntamente com Tavares. Seis pontos seus e outros oito do poste com dois desarmes de lançamentos, neutralizaram um bom arranque dos visitantes liderados por Wiltjer (4-11, min. 4). Sem acerto desde o exterior, mas muito superior no ressalto, o conjunto dirigido por Laso procurou soluções perto do cesto. Ajudou Causeur rompendo a defesa andaluza com as suas penetrações e o Madrid alcançou um 17-2 de parcial (21-13, min. 8).
 
Imparável de três
Aguentou o Unicaja a investida de uns blancos travados pela falta de triplos (o primeiro foi marcado aos 14’, obra de Carroll). A segunda linha da equipa de Casemiro, com maior presença na zona restritiva graças a Lessort e a exibir as suas virtudes triplistas, levou-os a retomar a dianteira com 24-25 no marcador. Nesse momento, o Real Madrid despertou desde os 6,75m, e com esse recurso o seu jogo é letal. Três de Carroll (10 pontos), outro de Campazzo e mais um de Rudy, juntamente com uns bons minutos da dupla Reyes-Kuzmic, e o seu melhor jogo defensivo, forçando sete perdas de bola do adversário, abriram uma brecha de 15 pontos (46-31, min. 19).

FOI RESPEITADO UM MINUTO DE SILÊNCIO DEVIDO AO FALECIMENTO DO ANTIGO JOGADOR DO REAL MADRID JOSÉ LUIS CORTÉS.

O Unicaja regressou com força após o descanso, com Díaz e Milosavljevic ao comando. Primeiro o sérvio (8 pontos) e depois Shermadini, ganhando o jogo na área restritiva aos adversários, propiciaram os melhores minutos dos visitantes. Dois triplos de Salin culminavam a reviravolta com um parcial 0-14 a seu favor. O Madrid não estava confortável em nenhuma das tabelas, encaixando 28 pontos no terceiro período (62-64, min. 30).
 
O melhor Madrid em dois minutos e meio
Havia jogo de novo e ficava para decidir no período final. Reyes e Deck, marcavam para os blancos, enquanto Roberts e Lessort faziam-no para os andaluzes. Um triplo de Roberts colocava o resultado em 77-81 à falta de 2:32. A imbatibilidade da equipa da casa era colocada em causa, mas o Real Madrid exibiu o seu ADN vencedor. Tavares carregou a equipa às costas: 4 lances livres sem falhar, um desarme de lançamento e um ressalto ofensivo, foram decisivos para continuar com a opção da vitória em aberto. Os blancos foram directos em busca do triunfo, e com um 2+1 de Campazzo, duas jogadas defensivas impressionantes, e um triplo de Llull, fulminavam as esperanças do Unicaja com uma reacção magistral. Parcial de 12-1 e segunda vitória em menos de 48 horas, terceira em sete dias. O Madrid chega líder e invicto à sua estreia na Euroliga (quinta-feira 11, 20:00 h portuguesa). 

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:53

Boletim clínico de Llull

por Pedro Silva, em 12.08.17

LLULL_2RM8209_horizontalThumb.jpg 

O nosso jogador Sergio Llull foi operado hoje com êxito no Hospital Universitário Sanitas La Moraleja a uma rotura do ligamento cruzado anterior do joelho direito. A operação foi realizada pelos doutores Javier Sanz (chefe de serviço de traumatologia), Carlos Martín (chefe da unidade de joelhos) e Alberto Gómez (adjunto da unidade de joelhos), sob a supervisão dos Serviços Médicos del Real Madrid. Llull começa amanhã o seu trabalho de recuperação. 

 

in Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

_2RM2385.jpg 

A equipa blanca arrancará o campeonato no WiZink Center no fim-de-semana de 30 de Setembro e 1 de Outubro.

 

Já é conhecido o calendário da Liga Endesa 2017-18. O Real Madrid vai estrear-se no WiZink Center frente ao Retabet Bilbao Basket no sábado 30 de Setembro ou no domingo 1 de Outubro e terminará a Liga Regular na casa do Monbus Obradoiro. Além disso, por haver um número ímpar de equipas, descansará nas jornadas 12 e 26.

O primeiro Clássico terá lugar na 8ª jornada, a 11 ou 12 de Novembro, no WiZink Center; enquanto o da segunda volta será jogado no fim-de-semana de 10 e 11 de Março, correspondente à 22ª jornada. Os dérbis contra o Movistar Estudiantes serão na 14ª jornada, no fim-de-semana de 30 e 31 de Dezembro, em casa; e na 31ª, a 5 ou 6 de Maio.

 

in Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00



Agenda do Real Madrid


Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18


Publicidade



Espectadores