Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


As duas equipas continuam separadas na tabela por seis pontos com vantagem para os merengues.

download.jpeg 

O Barcelona empatou com o Real Madrid a um golo, em partida disputada no Camp Nou, relativo à 14.ª jornada do campeonato espanhol. Suárez inaugurou o marcador aos 53 minutos e Sérgio Ramos fez o empate sob os 90 minutos.

 

As duas equipas chegaram a esta partida separadas por seis pontos. O Barcelona até demorou a entrar no jogo, e aproveitou o Real Madrid para ter maior ascendente nos primeiros 45 minutos. Com Cristiano Ronaldo algo apagado, os merengues não materializaram o seu domínio em oportunidades e consequentes golos. O jogo seguiu para o intervalo empatado a zero.

 

Na segunda parte, foi o Barcelona quem assumiu a partida e chegaria ao golo aos 53 minutos por Luís Suárez. O uruguaio correspondeu de cabeça a uma boa cobrança de livre de Neymar, e fez o primeiro do jogo. Este foi o seu nono golo na prova, lista que continua a ser liderada por Ronaldo com dez.

 

O Real Madrid demorou a sair na etapa complementar da teia montada pelos catalães, e foi o Barcelona quem esteve mais perto de aumentar a contagem. Primeiro por Neymar (68’) que driblou Carvajal, e depois atirou por cima de forma incrível perante Keylor Navas e depois foi Messi (81’) que, lançado por Iniesta, atirou cruzado ao lado.

 

Mas perante o desacerto na finalização para aumentar a contagem, foi o Real quem procurou o empate nos últimos minutos e conseguiu-o. A equipa de Zidane pressionou um pouco mais e finalmente conseguiu criar uma situação de perigo nesta segunda parte. Marcelo cruzou e Ronaldo correspondeu de cabeça (89') ao segundo poste contra os pés de Piqué.

 

Logo a seguir, o Real Madrid beneficiou de um livre lateral. Modric cruzou para a área e Sergio Ramos cabeceou à vontade para golo do empate (90').Aos 93 minutos, o Barcelona teve uma derradeira oportunidade para garantir a vitória com um cabeceamento de Sergi Roberto que Casemiro tirou sobre a linha de golo.

 

Este empate deixa os catalães com 28 pontos, a seis do líder Real Madrid.

 

in SAPO Desporto

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:03

El Clásico num contexto diferente

por Pedro Silva, em 03.12.16

_HE17641_hThumb.jpg 

Desde 2011/12, precisamente a última época em que o Real Madrid foi campeão, que a visita a Camp Nou não se enquadrava (para os merengues) num cenário de vantagem pontual. E são seis pontos de avanço os que a equipa de Zidane tem neste momento, pelo que a pressão é quase toda para os catalães.

 

O Barcelona não atravessa um bom momento (duas vitórias nos últimos seis jogos) e o contexto não favorece uma equipa que tem somado problemas, ora em termos de lesões - e têm sido muitas - ora em questões pessoais (como é o caso de Aleix Vidal) ou de adaptação tardia, o que acontece com alguns dos reforços desta temporada.

 

Só que a força do seu estádio e a qualidade individual dos seus elementos mais ofensivos pode devolver a equipa à luta em força pelo campeonato. A acrescentar a isso há ainda Iniesta, que não joga desde outubro, mas que tem feito tudo para ainda conseguir estar presente no jogo mais apetecido.

 

Do lado madrileno, as contrariedades também têm acontecido em termos físicos: Toni Kroos foi o último e juntou-se a Gareth Bale e Morata, isto numa equipa que tem recuperado outros lesionados, como Sergio Ramos, Casemiro ou Modric.

 

No meio de várias alterações, têm sido os merengues os mais consistentes, com vitórias que nem sempre são conseguidas com brilhantismo (veja-se a última contra o Sporting Gijón), mas com a competência necessária para que a tabela classificativa seja completamente favorável para recuperar um título que tem escapado de forma recorrente nos últimos anos.

Sem Título.jpg 

 

in zerozero

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

É hoje!

por Pedro Silva, em 21.11.15

maxresdefault.jpg 

Eis que chega, finalmente o famoso El Clássico. O duelo entre real Madrid CF e FC Barcelona é, sem sombra de qualquer dúvida, aquele que mais paixões desperta. Nunca um jogo diz tanto aos Merengues como este.

Para mais a partida de mais logo vai-se disputar no mítico Estádio Santiago Bernabéu e como tal todos nós, Adeptos Blancos, exigimos uma vitória! Mas tal desejo não vai ser fácil concretizar-se dado que no comando do Real Madrid CF está um dos piores, senão o pior, Treinador que alguma vez passou pela casa Blanca: Rafa Benítez. Defensivo, medrosos e incapaz de gerir um balneário. Benítez tem, mais logo, a missão de mostrar que é o Homem certo no lugar certo (tenho a certeza de que não é) e para isto tem de vencer O FC Barcelona e recuperar a liderança de La Liga.

Do outro lado da barricada vai estar um Treinador que fala muito mas que percebe pouco de futebol. Basicamente Luís Enrique faz o que Rafa deveria fazer: deixar a equipa jogar e não arranhar muita confusão. Treinador mediano e com pouca cultura não deve “provocar” atritos com os melhores jogadores do seu Plantel e foi isto que fez com que o Barcelona desse a volta por cima e tivesse ganho tudo na época transacta.

Muito cuidado com o regressado Rakitic e com o perigosíssimo ponta de lança Luís Suárez. São dois dos melhores jogadores do Culés e se lhes for dado o mínimo de espaço de certeza que os Blaugraans cantarão vitória em pleno Bernabéu. Messi é uma incógnita para este jogo e Neymar vai ser o habitual “piscineiro” arruaceiro com o qual os Madridistas terão de ter cuidado para não ficarem a jogar com dez elementos.

Se o Real Madrid CF quiser vencer mais logo terá que aproveitar ao máximo as fragilidades defensivas deste FC Barcelona que tem na baliza o seu elo mais fraco. Agora Benítez que se meta a jogar à defesa e Navas que resolva.

Rafa Benítez convocou 20 jogadores para este encontro correspondente à décima segunda jornada da Liga, que vai opor o Real Madrid CF ao Barcelona no Santiago Bernabéu (17h15 horas portuguesas).

CONVOCATÓRIA DO REAL MADRID

Guarda-redes: Keylor Navas, Casilla e Yáñez.

Defesas: Ramos, Pepe, Varane, Carvajal, Danilo e Marcelo.

Médios: Kroos, Casemiro, Isco, Kovacic, Modric, James Rodríguez e Bale.

Avançados: Jesé Rodríguez, Cristiano Ronaldo, Lucas Vázquez e Benzema.

Onze provável (4x3x3): Navas, Danilo, Ramos, Pepe, Marcelo, Kroos, Casemiro, Modric, Bale, Cristiano Ronaldo e Benzema

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:37

Anedota do dia

por Pedro Silva, em 12.06.15

Eu sei que nesta altura da época não há muito para se dizer sobre o Futebol. Neste momento temos a Copa América e o resto da malta está de férias pelo que acredito que a tarefa de arranjar tema para que um Jornal Desportivo tenha algum interesse é algo de muito complicado, mas tal não justifica a falta de seriedade de certos artigos.

Sem Título.jpg

Gostava mesmo muito de saber se o Jornalista que escreveu tal coisa não caiu da cadeira de tanto rir. Ou melhor, gostava mesmo muito de saber se o Jornalista Enrique Ortego acredita piamente naquilo que escreveu ou se fez tal cosia porque tem de justificar o ordenado que recebe ao fim de cada mês

Desde quando é que Rafa Benítez é um estratega? Só se for estratega na arte de destruir tudo por onde passa!

E que dizer de Luís Enrique? Um tipo que até Janeiro de 2015 era odiado em Barcelona, que levou uma autêntica "banhada" táctica de Carlo Ancelotti no Bernabéu e que há não muito tempo esteve para bater com a porta é agora considerado um estratega?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00



Agenda do Real Madrid


Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18


Publicidade



Espectadores