Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


_HE21393Thumb.jpg

Lucas Vázquez marcou o golo do Real Madrid, que joga a qualificação a 27 de Fevereiro em casa.

Sem Título 2.png

O Real Madrid e o Barcelona deixam tudo para decidir na segunda mão, apesar dos blancos partirem com vantagem devido ao facto dos golos fora de casa. O Bernabéu vai sentenciar no dia 27 após um encontro que os madridistas começaram de forma espectacular. Com uma pressão muito alta surpreenderam o adversário, roubavam o esférico no campo contrário e criavam jogadas de perigo. Assim chegou o primeiro disparo do encontro. Qum tentou foi Kroos de zona frontal, mas Ter Stegen despejou com os punhos aos 5’.


Um minuto depois, e após outro roubo de bola, apareceu o tento com o qual os merengues foram em vantagem para o intervalo. Centrou Vinicius Jr. ao segundo poste e ali apareceu Benzema. O francês ganhou as costas a Jordi Alba, controlou e fez um passe para trás. Lucas Vázquez fez o resto ao definir com o pé esquerdo de primeira. O jogo dos visitantes estava a ser para recordar. Tinham a bola e sofriam pouco perigo. Assim se chegou à meia hora de jogo.

Grande estirada de Keylor Navas
A partir daí, e talvez devido à exigência física da excelente pressão do Real Madrid, os jogadores da casa tomaram conta do esférico e começaram a criar perigo, sobretudo de bolas paradas. Malcom marcou uma falta aos 32’ e a cabeçada de Rakitic terminou na trave da baliza de Keylor Navas. Três minutos depois rematou Luis Suárez com o pé esquerdo de zona forntal e encontrou pela frente uma bonita estirada do guardião merengue como resposta. 

O REAL MADRID ESTÁ INVICTO HÁ 6 JOGOS. 

O Barcelona apertou em busca do empate depois da passagem pelos balneários e conseguiu-o aos 58’. Keylor Navas foi mais rápido que Jordi Alba numa bola longa e Luis Suárez disparou ao poste na recarga. A bola caiu nos pés de Malcom, que a colocou no fundo das redes. O Real Madrid tentou adiantar as linhas com o golo e recuperar a pressão alta. Solari fez entrar ao 64’ Casemiro e Bale para os lugares de Llorente, que saiu lesionado, e Vinicius Jr.

Ocasiões
O encontro transformou-se num de parada e resposta constante, apesar de se terem criado apenas ocasiões. A mais clara foi para os blancos aos 81’. Despejou Ter Stegen e a bola caiu aos pés de Benzema, que o entregou a Bale. O galês, sem o guarda-redes da equipa da casa entre os postes, acertou com o esférico num defesa rival no seu remate. Quatro minutos mais tarde Kroos marcou uma falta e o remate de cabeça de Casemiro não acertou na baliza por muito pouco. A meia-final será decidida no Bernabéu.

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

_HE18618_ultra.jpg

Ramos, com um bis, Lucas Vázquez e Benzema asseguram a vitória frente ao Girona num jogo em que os blancos mereciam uma vantagem maior. 

Sem Título.png

A vitória de sábado frente ao Sevilha era o exemplo a seguir. E cinco dias depois, o Real Madrid voltou a realizar outro excelente jogo no Santiago Bernabéu que confirma a boa dinâmica de futebol e resultados. Os blancos venceram 4-2 o Girona na primeira mão dos quartos-de-final da Taça do Rei para ganharem vantagem numa eliminatória que fica resolvida dentro de uma semana em Montilivi. Sergio Ramos, com um bis, Lucas Vázquez e Benzema assinaram os golos madridistas de um encontro em que os jogadores de Solari foram muito superiores e mereciam ter vencido com um resultado mais avultado.

O jogo não começou com boas notícias para os blancos. O Girona adiantou-se na sua primeira aproximação à área de Courtois. Carnero centrou desde a esquerda e Lozano fez o 0-1 (7’). Havia que dar a volta, e a partir do golo sofrido, o Madrid tomou conta da bola e das ocasiões. Vinicius liderava as ofensivas madridistas pela esquerda, mas foram Casemiro e Marcelo os primeiros a testarem Iraizoz com disparos de fora da área. O conjunto de Solari estava a merecer e o empate não se fez esperar. Benzema viu a desmarcação de Odriozola pela direita e o lateral assistiu Lucas Vázquez, que vindo de trás, conseguiu fazer o 1-1 (18’).

Ramos dá a volta
Longe de estarem conformados, os blancos contnnuaram a atacar. Vinicius, noutra grande acção, cedeu atrás para Benzema, que disparou alto. O brasilero criava perigo de cada vez que tocava na bola. Aos 28’, esteve perto de fazer um golaço de zona frontal, mas o seu remate à procura do ângulo da baliza foi para fora por pouco. O Madrid era um vendaval ofensivo e aos 42’ encontrou a recompensa. Vinicius foi derrubado por Lozano dentro da área e Ramos transformou penálti à Panenka. Benzema podia ampliar a vantagem antes do descanso mas disparou ao poste e o encontro chegou a meio com um 2-1 curto para as oportunidades da equipa da casa. 

SERGIO RAMOS JÁ MARCOU 9 GOLOS ESTA TEMPORADA.

A segunda parte começou como terminou a primeira. O Madrid recuperava e trocava a bola com rapidez. Modric, de cabeça, esteve quase a fazer o terceiro. Os blancos estavam virados para o ataque. Uma boa combinação entre Vinicius e Benzema terminou num disparo do francês que defendeu Iraizoz. Llorente e Kroos sustituiram Casemiro e Modric no meio campo. Aos 64’, Courtois desviou para canto um disparo de Lozano num contra-ataque do Girona. No canto, Llorente tocou na bola com a mão e o penálti foi convertido por Granell (66’).

Golos de Ramos e Benzema
Ainda havia tempo para ir em busca da vitória. Solari esgotou as alterações fazendo entrar Isco por Ceballos. Aos 77’, Ramos voltou a adiantar os blancos. O capitão cabeceou para o fundo das redes um centro de Marcelo depois de outra boa jogada entre o lateral e Vinicius pela esquerda. Mas o Madrid não abrandava e três minutos depois fez o definitivo 4-2. Vinicius, quem haveria de ser, assistiu Benzema para este marcar isolado. Na próxima quinta-feira, o Real Madrid vai procurar selar a passagem às meias-finais da Taça. 

 

Artigo punlicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

_HE25870_ultraThumb.jpg

Sergio Ramos, Lucas Vázquez e Vinicius Jr., com um grande tento de vólei, selaram a vitória frente ao Leganés num jogo que viu a estreia de Brahim.

Sem Título.png

O Real Madrid continua com passo firme na Taça do Rei. Os blancos deram o primeiro passo a caminho dos quartos-de-final superando o Leganés no Santiago Bernabéu por um contundente 3-0. Sergio Ramos, que marcou de penálti o golo 100 da sua carreira como profissional, Lucas Vázquez e Vinicius Jr., com um espectacular vólei, deixaram bem encaminhada uma eliminatória que fica resolvida dentro de uma semana em Butarque. Brahim jogou os primeiros minutos com o conjunto blanco.
 
O Madrid entrou com a intenção de dominar e atacar um adversário que esperava pelas suas oportunidades atrás e bem ordenado. Vinicius Jr. liderou as primeiras tentativas dos blancos. Uma delas acabou num disparo de Ceballos que Cuéllar defendeu. Superado o primeiro quarto de hora, Benzema teve uma dupla oportunidade que não conseguiu converter em golo. Respondeu o Leganés por intermédio de Braithwaite. O avançado dinamarquês era quem criava perigo para os visitantes com a sua velocidade e os seus remates de cabeça.  

Primeiro golo
Aos 25’, Odriozola foi derrubado dentro da área numa das suas incansáveis investidas pela direita mas o árbitro não assinalou penálti. O jogo tinha ataques nas duas áreas, e um minuto depois, Braithwaite ganhou as costas à defesa madridista e disparou para fora por pouco. Aos 36’, o avançado do Leganés obrigou Keylor Navas a uma grande intervenção na sequência de um canto. Quando parecia que o jogo ia empatado para o descanso, Gumbau cometeu penálti sobre Odriozola e Ramos trabsformou-o (44’).

SERGIO RAMOS MARCOU O GOLO NÚMERO 100 DA SUA CARREIRA COMO PROFISSIONAL.

Com o marcador a favor, o Real Madrid regressou em busca do segundo. Primeiro, Ceballos e Valverde avisaram de fora da área. Depois, Vinicius Jr. não concretizou duas acções pelo lado esquerdo quase consecutivas. Os blancos estavam a realizar uns minutos muito bons e o golo não se fez esperar. Aos 68’, Benzema recuperou uma bola que Bustinza tinha atrasado, combinou com Vinicius Jr. e o brasileiro assistiu Lucas Vázquez para este fazer o 2-0.
 
Golaço de Vinicius e estreia de Brahim
O Real Madrid não se conformou e continuou a atacar. Aos 77’ apareceu o golo do jogo. Grande assistência de Odriozola para Vinicius finalizar com um espectacular vólei. Foi a última acção no encontro do brasileiro, que cedeu o seu lugar ao estreante Brahim. Enquanto isso, as ocasiões sucediam-se. Braithwaite voltou a encontrar pela frente a Navas e Cuéllar salvou o quarto frente a Isco. O natural de Málaga podia ter marcado nos instantes finais mas o jogo terminou 3-0 e o Real Madrid vai procurar selar a presença nos quartos na próxima quarta-feira. 

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

2-0: Vitória importante contra o Valência

por Pedro Silva, em 01.12.18

_HE29435_ULTRAThumb.jpg

Os golos de Wass, na própria baliza, e Lucas Vázquez dão o triunfo ao Real Madrid no Bernabéu.

Sem Título.png

O Real Madrid derrotou o Valência no seu regresso ao estádio Santiago Bernabéu. A equipa dominou desde o início e podia-se ter adiantado aos três minutos. Centrou Bale, e Benzema, com um precioso vólei com o pé esquerdo, rematou ligeiramente desviado. O golo apareceu cinco minutos mais tarde. Carvajal, descaído, recuperou o esférico na área frente a Gabriel Paulista, fintou Gayá e centrou. Wass, na tentativa de aliviar, marcou de cabeça na sua baliza. 

Os jogadores de Solari já tinham conseguido o mais complicado: colocarem-se em vantagem frente à equipa menos goleada da Liga. Não se conformaram e queriam aumentar essa vantagem. Estiveram perto de o coneguir cerca da meia hora. Bale controlou na área, ajeitou o esférico para o pé esquerdo e o remate obrigou Neto a brilhar. Mais duas ocasiões que teve o conjunto da casa antes do intervalo. Ambas de fora da área. Primeiro tentou Benzema aos 36’, e depois, Bale. Os seus disparos não acertaram na baliza por pouco. Excelente primeira metade dos blancos, que anularam completamente o seu adversário. 

SEGUNDO ENCONTRO CONSECUTIVO SEM SOFRER GOLOS. 

O guião mudou após a passagem pelos vestuários e o Valência começou a criar mais oportunidades. Centrou Carlos Soler aos 51’, a bola passeou pela área e obrigou a uma grande estirada de Courtois. Mais clara foi a chance de Santi Mina dois minutos mais tarde. Parejo inventou uma grande assistência desde o seu meio campo e o avançado dominou a bola, mas não conseguiu superar o guardião madridista no frente a frente. 

Ocasiões
No minuto 65, Parejo marcou uma falta, Coquelin penteou com a cabeça e Gabriel Paulista, ao segundo poste, rematou elevado. Solari fez entrar Asensio por Bale, e depois Valverde por Modric. O natural das baleares teve a possibilidade de marcar o terceiro após uma grande jogada de Marcos Llorente. O seu remate na pequena área embateu no corpo de Piccini.

O tempo ia passando até que no minuto 83 Lucas Vázquezsentenciou, ao aproveitar com o pé esquerdo uma nova assistência de Benzema. Como já acontecera em Roma, funcionou novamente a associação entre o francês e o canterano. Segundo encontro consecutivo sem sofrer golos e quinto nos sete disputados desde que Solari tomou conta do banco. 

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:58



Agenda do Real Madrid


Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18


Publicidade



Espectadores