Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


_1RM3591_ultraThumb.jpg

Os golos do francês, que realizou um jogo espectacular, e os de Ramos e Bale rubricam a vitória diante do Espanhol. 

Sem Título.png

O Real Madrid já está em velocidade cruzeiro. Não só ganhou os três últimos encontros oficiais como também o fez com um jogo agradável e que convence. Hoje encaminhou o triunfo contra o Espanhol em apenas um quarto de hora com os golos de Benzema e Ramos. O primeiro chegou no minuto 4. Modric entrou na área, disparou e Diego López evitou o tento com uma grande estirada, mas Benzema, muito rápido, aproveitou a recarga e adiantou os blancos.

O 0-2 chegou apenas 11 minutos depois e foi fabricado no laboratório de Solari. Kroos marcou de forma curta o canto para Modric, que colocou o esférico ao segundo poste, onde apareceu Ramos para marcar com um perfeito remate de cabeça. Terceiro golo do capitão nos dois últimos jogos. Apesar da vantagem, o Real Madridcontinuava a dominar o esférico, mas numa jogada isolada, e depois de uma série de ressaltos, Baptistao bateu Courtois aos 25’ e reduziu a diferença.

Obra de arte de Benzema
O conjunto da casa voltava a entrar no jogo mas os madridistas continuavam a serem fiéis ao guião que tinham seguido desde o início. E graças a esse domínio chegaram ao intervalo com uma vantagem maior. Já nos descontos apareceu a obra de arte da noite. Benzema combinou com Vinicius Jr., que lhe devolveu o esférico, e o francês colocou no fundo das redes com um remate em arco tão bonito como colocado perante o qual nada conseguiu fazer a estirada de Diego López.

O REAL MADRID É A PRIMEIRA EQUIPA QUE ALCANÇA OS 4500 PONTOS NA HISTÓRIA DA LIGA.

Solari viu-se obrigado a substituir ao intervalo Ramos, com queixas físicas, por Nacho. Não mudou o encontro após a passagem pelos balneários e as ocasiões mais claras de golo continuavam a ser para os visitantes. Décima primeira finta de Benzema, que deu um recital no RCDE Stadium, maravilhoso passe do francês para Modric aos 57’ e o disparo do croata da marca de penálti obrigou Diego López a brilhar.

Bale regressou com golo
A pressão do Real Madrid continuava a ser asfixiante e o Espanhol apenas conseguia sair do seu meio campo. Assim chegou o quarto golo dos visitaates. Entre Lucas Vázquez e Nacho roubaram o esférico a Baptistao no minuto 69. Bale, que aos 64’ tinha regressado após a lesão, fez o resto. Fugiu a Javi López com uma preciosa manobra de costas e um duplo toque de calcanhar, e bateu Diego López com um remate cruzado. Um minuto depois, o guarda-redes da equipa da casa evitou o tento de Carvajal, que recebeu um passe genial de um inspiradíssimo Benzema.

Tudo parecia já decidido mas o Real Madrid ficou reduzido a dez futebolistas aos 70’ devido à expulsão de Varane. Aí apareceram os melhores minutos do conjunto da casa, que esteve perto de reduzir a desvantagem dois minutos mais tarde num disparo de Sergio García que ficou envenenado depois de golpear em Reguilón e que Carvajalmandou para canto sobre a linha de golo. Quem marcou foi Rosales aos 82’, mas daí até final os madridistas souberam manter a vantagem e obtiveram uma merecida vitória. 

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

_3AM4025.jpg

O golaço do brasileiro e o do croata dão os três pontos diante do Sevilha num Bernabéu rendido ao jogo dos blancos.

Sem Título.png

O Real Madrid estreou-se na segunda volta da Liga ganhando ao Sevilha, uma das melhores equipas da competição, e convencendo os seus adeptos num jogo que dominou do princípio ao fim. O resultado acabou por ser curto em função do que se viu no relvado do Bernabéu, mas o primeiro dos golos marcados foi de bandeira. Valeu a pena pagar o bilhete só para ver o espectacular disparo de longe com que Casemiro fez o 1-0.

Desde o início se viu um Real Madrid solidário, dominador e que exercia uma pressão muito alta para recuperar rapidamente o esférico. A primeira ocasião chegou aos seis minutos e foi claríssima. Roubou Modric no centro do campo e Benzema assistiu Vinicius Jr., que ficou isolado frente a Vaclík. O guarda-redes visitante esteve acertadíssimo. 

Mais ocasiões
Os minutos passavam e o domínio era da equipa da casa, mas a meio da primeira metade os visitantes podiam ter-se adiantado num contra-ataque que Escudero finalizou no frente a frente a Courtois. Os primeiros 45 minutos terminaram sem golos, apesar das últimas oportunidades antes do descanso também terem sido para os blancos. Os disparos de Benzema, aos 36’, e Vinicius Jr., já aos 45’, terminaram nas mãos de Vacklík.

CASEMIRO ESTREOU-SE NESTA LIGA COM UM GOLAÇO.  

A segunda metade foi um monólogo madridista. Os jogadores da casa tinham o esférico e as ocasiões. Casemiro, aos 54’, e Modric, três minutos depois, dispararam de zona frontal mas não encontraram a baliza. Voltou a tentar o croata aos 58’. O seu remate da marca de penálti golpeou num defesa do Sevilha antes de embater na lateral da rede.

Os melhores minutos dos blancos
Eram os melhores minutos do Real Madrid e apareceu uma nova oportunidde. Jogada pessoal de Vinicius Jr. e o seu disparo saiu a escassos centímetros da baliza dos visitantes. O merecido golo parecia ser uma questão de tempo e esteve quase a chegar aos 67’ após um formidável disparo de longe de Ceballos, que embateu na trave. O assédio era evidente e só o golo resistia, que podia ter sido obtido de novo aos 74’. Canto ensaiado que termina nas botas de Reguilón em zona frontal e o seu centro foi rematado por Casemiro de cabeça a roçar o poste.

O Sevilha continuava a sofrer e quatro minutos depois chegou o merecido prémio. Casemiro foi o protagonista com um tremendo disparo desde cerca de 30 metros que inaugurou o marcador. Vaclík ainda chegou a tocar no esférico mas não conseguiu impedir o golaço do brasileiro. Já nos descontos, Modric culminou um tremendo jogo roubando o esférico a Carriço e definindo com maestria frente a Vacklík. O Real Madrid agradou e muito ao Bernabéu.

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

_HE26790Thumb.jpg

Modric adiantou o Madrid com um golaço de fora da área e o sevilhano desfez o empate com um tento de livre no minuto 88.

Sem Título.png

O Real Madrid levou três pontos muito trabalhados do Benito Villamarín. Os blancos ganharam ao Bétis por 1-2 no último jogo da primeira volta da Liga. Modric Fez o primeiro com um disparo de fora da área que entrou ao ângulo. Canales igualou com um tento concedido pelo VAR e Ceballos, de livre directo, deu o triunfo no minuto 88. Segunda vitória consecutiva para uma equipa que já pensa em resolver os oitavos da Taça.
 
Os jogadores de Solari entraram em campo com as linhas muito juntas, pressionando alto o Bétis e com a defesa adiantada. Dois roubos de Vinicius e Benzema em zona proibida permitiram as primeiras aproximações com perigo. O golo madridista não se fez esperar. Aos 13’, um remate de Carvajal desviou em Bartra e a bola sobrou para Modric disparar de zona frontal de pé esquerdo ao ângulo. O croata, especialista de fora da área, voltou a tentar pouco depois mas o seu tiro saiu alto. 

Ocasião de Valverde
O Real Madrid estava bem posicionado e o Bétis não chegava à área de Navas facilmente. E mais, os blancos procuravam fazer o segundo com rápidas transições no ataque. Aos 30’, Pau López deteve um disparo de Vinicius dentro da área. O brasileiro, num contra-ataque, assistiu Valverde, que ficou isolado na área mas não conseguiu definir. A pressão do Bétis nos minutos antes do descanso propiciou duas ocasiões a Canales. Um livre e um disparo cruzado, mas ambos saíram desviados. Os blancos não sofreram nenhum remate à baliza na primeira parte. 

MODRIC MARCOU DE FORA DA ÁREA 13 DOS SEUS 15 GOLOS COMO MADRIDISTA.

O segundo período arrancou com novo contratempo para o Real Madrid. Benzema, que no último lance antes do descanso se aleijou no dedo mindinho da mão direita, cedeu o seu lugar a Cristo. O conjunto da casa foi para o ataque em busca do empate. Canales encontrou pela frente Navas com um disparo dentro da área. Vinicius deu réplica num contra-ataque madridista que terminou nas mãos de Pau Lopez. O Bétis atacava, e aos 60’, um vólei de Guardado foi para fora por muito pouco.
 
Ceballos resolve
O empate chegou aos 68’ quando Canales bateu Navas, o assistente assinalou fora de jogo e o árbitro, depois de consultar o VAR, concedeu o golo. Solari esgotou as substituições fazendo entrar Ceballos e Brahim para os lugares de Reguilón e Valverde. Faltavam dez minutos e estava tudo em aberto. O Madrid continuou a tentar até final e a insistência deu frutos. Ceballos, aos 88’, marcou o segundo num livre directo que enganou Pau López. O Real Madrid traz os três pontos para casa.

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:18

Mario-Zorko-i-Luka-Modri -(1)_horThumb.jpg

“É uma grande honra”, declarou o jogador do Real Madrid na cerimónia de entrega.
 
Luka Modric recebeu em Zagreb o Prémio Melhor Desportista da Croácia do ano 2018 após o inquérito realizado pelo jornal desportivo Sportske Novosti no qual participaram 322 jornalistas do país. “Isto é uma grande honra. Felicito todos os outros desportistas pelos seus êxitos e esforços. A família é para mim o mais importante já que está sempre a meu lado, também nos momentos mais difíceis, e agradeço a eles sobretudo”.

Um ano de prémios
Este troféu junta-se a uma comprida lista que recebeu o jogador madridista em 2018: a Bola de Ouro, o The Best para o Jogador da FIFA 2018 e o Prémio Jogador do Ano da UEFA 2017/18, entre outros.
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:47



Agenda do Real Madrid


Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18


Publicidade



Espectadores