Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


h_vini1Thumb.jpg

Kroos foi titular no empate da Alemnaha contra a Holanda (2-2). O Brasil sub-20 de Vinicius Jr. encerra a jornada. 
 
Na última paragem do ano para compromissos internacionais, até ao momento são três os madridistas que marcaram: Ramos e Ceballos marcaram com a Espanha e também marcou Bale no primeiro jogo de Gales. 

Croácia-Espanha (3-2)
Espanha-Bósnia (1-0)
Ramos, Ceballos e Isco disputaram todo o jogo, enquanto que Asensio saltou para o relvado do Maksimir Stadion aos 61'. Os dois primeiros foram os autores dos tentos da Espanha na derrota contra a Croácia de Modric. No amigável frente à Bósnia, que terminou com vitória da Espanha pela margem mínima (1-0), Ceballos, Isco e Asensio jogaram desde o início. 

Croácia-Espanha (3-2)
Inglaterra-Croácia (2-1)
A vice-campeã do último Mundial, com Modric como capitão, ganhou à Espanha num jogo emocionante com assistência do madridista incluída. No segundo encontro, os croatas não conseguiram vencer a Inglaterra e assegurarem a passagem à fase final da Liga das Nações.  

Bélgica-Islândia (2-0)
Suíça-Bélgica (5-2)
Courtois terminou sem sofrer golos na vitória da Bélgica frente à Islândia no estádio Rei Balduíno, mas não conseguiu evitar a derrota frente à Suíça fora. Os belgas não vão estar na fase final da Liga das Nações. 

Gales-Dinamarca (1-2)
Albânia-Gales (1-0)
Bale disputou todo o jogo contra a Dinamarca e foi o autor do golo de Gales. O avançado blanco não conseguiu evitar a escorregadela pela diferença mínima no Cardiff City Stadium, que deixou a sua selecção sem possibilidade de subir à primeira categoria da Liga das Nações. O segundo compromisso para Gales foi um amigável no qual perdeu pela margem mínima contra a Albânia. Bale jogou a última meia hora.  

Holanda-França (2-0)
França-Uruguai (1-0)
Varane disputou o jogo completo da selecção francesa frente à Holanda. Os comandados por Deschamps perderam e depois do empate da Alemanha com a Holanda (2-2) não vão marcar presença na fase final da Liga das Nações. A França disputou também um amigável contra o Uruguai (1-0) de Valverde no qual não participou Varane.
 
Alemanha-Rússia (3-0)
Alemanha-Holanda (2-2)
Kroos não jogou na goleada frente à Rússia no amigável disputado na Red Bull Arena de Leipzig. No entanto, disputou por completo o jogo da selecção alemã contra a Holanda, que se saldou com um empate a dois na Arena auf Schalke de Gelsenkirchen. O médio assistiu Sané no segundo golo dos germânicos.

Brasil-Uruguai (1-0)
França-Uruguai (1-0)
Valverde jogou os últimos minutos do amigável entre Brasil e Uruguai, que terminou com triunfo pela margem mínima da canarinha. Depois, o médio blanco foi titular e jogou 60 minutos na derrota no amigável frente à selecção francesa de Varane.

Brasil sub-20-Colômbia sub-20 (0-0)
Brasil sub-20- Colômbia sub-20 (2-2)
Vinicius Jr. participou nos dois jogos entre as selecções sub-20 de Brasil e Colômbia de preparação para o Sul-americano daquele escalão. O avançado madridista, que disputou as duas partidas na íntegra, voltou a demonstrar a sua qualidade. O primeiro acabou empatado a zero, enquanto o segundo se saldou por um 2-2.
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:18

_HE18415.jpg 

O Real Madrid vai disputar três jogos neste torneio nos Estados Unidos.
 
OReal Madrid vai continuar com a sua pré-temporada nos Estados Unidos, onde vai disputar três encontros da International Champions Cup. 32 jogadores fazem parte da comitiva madridista para este prestigiado torneio de verão. O primeiro jogo será frente ao Manchester United em Miami (quarta-feira 1 de agosto, às 01:00 hora portuguesa).

CONVOCATÓRIA DO REAL MADRID:
Guarda-redes: Navas, Casilla, Luca e Lunin.
Defesas: Carvajal, Vallejo, Ramos, Nacho, Theo, Odriozola, Reguilón, Quezada, Sergio López, Javi Sánchez, De la fuente e León.
Médios: Kroos, Llorente, Asensio, Isco, Ceballos, Odegaard, Valverde, Seoane, Óscar e Feuillassier.
Avançados: Benzema, Bale, Lucas Vázquez, Mayoral, De Tomás e Vinicius.
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:45

Obrigado «Zizou»

por Pedro Silva, em 31.05.18

O futebol é mesmo assim. Movido por paixões mas cruel. Muito cruel. Por muito que o comum adepto não goste, no “Mundo do pontapé na bola” impera a velha máxima “os homens passam, mas o clube fica”. Para o bem e para o mal, é desta forma que vejo a já anunciada saída de Zinédine Zidane do comando técnico do Real Madrid CF.

34178166_2162894123724286_4133614462840078336_n.pn 

Dói? Claro que dói! «Zizou» foi – “somente” – o Melhor Treinador que passou pela «Casa Blanca». A Europa e o Mundo do futebol caíram a seus pés. Foram as suas conquistas e recordes atrás de recordes que fazem actualmente do Real Madrid Club de Fútbol o Melhor Clube da Europa e do Mundo.

34105178_2162489790431386_64026821238194176_n.jpg 

E nem vale a pena aqui referir o trabalho fantástico que o técnico francês fez com um plantel que está longe (muito longe!) dos tais de “galácticos” que prometiam sempre muito mas que conquistavam tão pouco. Cristiano r9onaldo é um bom exemplo do “Toque de Midas” de Zidane.

34105178_2162489790431386_64026821238194176_n.jpg 

Agora é seguir em frente. Fico eternamente grato a «Zizou» que soube conquistar o meu respeito e eterna admiração. A Vida continua e espero, sinceramente, que esta “breve” mas triunfal passagem de Zidane pelo banco da equipa «merengue» tenha ensinado alguma coisa a todo o universo “madridista”.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:11

Karius amigos, eis a 13ª do Real!

por Pedro Silva, em 26.05.18

imgS620I222087T20180526213559.jpg 

A Liga dos Campeões volta a ser do Real Madrid. A equipa espanhola conquistou a 13ª Champions da sua história ao vencer o Liverpool, na final, por 3x1.

 

Os merengues tiveram uma má entrada no encontro, mas a lesão de Salah veio mudar tudo. Os reds tiveram um encontro cheio de momentos para esquecer, com Karius a ser a principal figura da derrota. O guarda-redes alemão fica ligado de forma humilhante a dois golos do Real Madrid, Bale foi o joker lançado por Zidane que ajudou a decidir a partida. Uma final que, definitivamente, vai ficar para a história.

 

Domínio red chegou ao fim com as lágrimas de Salah

 

imgS620I222087T20180526213559.jpg

Os primeiros 20 minutos foram inteiramente ingleses. O Liverpool entrou com aquela pressão alta que lhe é característica e o Real Madrid sentiu bastante dificuldade para lidar com isso. Os reds não precisavam de muitos toques para chegarem próximo da baliza de Navas, que teve de se aplicar a remates de Mané e de Arnold.

 

Foi uma entrada muito forte da equipa de Liverpool, que o Real Madrid não estava a conseguir contrariar. Os merengues recuaram as linhas e tentaram controlar o jogo com posse de bola, mas os reds não alteraram a forma de jogar e em alguns períodos a equipa espanhola esteve toda concentrada no seu meio-campo. Estava a ser uma final completamente inglesa, mas um momento infeliz alterou este cenário.

 

Um jogo novo

 

Antes da final tinha-se falado muito de Real Madrid e Liverpool, de Cristiano Ronaldo e Salah. Um duelo que não chegou a durar meia hora. Num lance dividido com Sérgio Ramos, o egípcio lesionou-se no ombro e acabou por ser substituído. A sua saída foi feita em lágrimas, mas o avançado não foi o único a sentir aquela substituição. A confiança do Liverpool ficou abalada por completo e a partir desse momento só se viu Real Madrid. 

 

Os merengues também perderam Carvajal por lesão, mas o efeito da sua saída não foi sentido da mesma forma que a de Salah no lado dos reds. O Liverpool pareceu desconcentrado e o Real Madrid conseguiu chegar, finalmente, à baliza de Karius. Na primeira oportunidade Benzema chegou mesmo a marcar, mas o golo foi anulado por fora de jogo. O intervalo chegou em boa hora para o Liverpool, pelo menos assim se pensava.

 

Karius deu uma mãozinha, Bale fez uma obra de arte

 

imgS620I222087T20180526213559.jpg

O Real Madrid tinha terminado por cima e esse espírito continuou no reatar da partida. Num dos lances mais insólitos da história da Liga dos Campeões, Karius enviou a bola contra o pé de Benzema e os merengues chegaram ao golo. Um lance infeliz do guarda-redes alemão que acabou por servir para acordar o Liverpool. 

 

A reação do emblema inglês foi forte e voltou a aparecer aquele Liverpool da primeira meia hora, sempre impulsionado por Sadio Mané. O senegalês foi o melhor elemento da formação britânica e foi dele o golo do empate, na sequência de um pontapé de canto.

 

A final estava reaberta, mas este Real Madrid foi feito para momentos como os desta noite e a estrelinha voltou a acompanhar a equipa merengue. Zidane lançou Bale na partida e a aposta do técnico francês não podia ser mais certeira. O galês entrou aos 60 minutos e demorou apenas quatro para fazer um golo monumental.

 

imgS620I222087T20180526213559.jpg

Marcelo cruzou de pé direito e o recém entrado não se fez rogado, aproveitou o adormecimento da defesa inglesa, e aplicou um pontapé de bicicleta que só parou no fundo das redes de Karius. Um momento fantástico e que certamente ficará para a história das finais da Liga dos Campeões.

 

Ao contrário do que se tinha visto no primeiro golo, o Liverpool não conseguiu reagir, exceção feita a um remate de Mané ao poste da baliza de Navas. Na outra baliza, Karius voltou a ficar mal na fotografia. Gareth Bale rematou de longe, com força, mas o remate foi à figura do guarda-redes alemão... que vacilou novamente. Não há outra maneira de explicar, foi um autêntico frango de Lorius Karius e o golpe final para o Liverpool.

 

Numa final disputada, houve vários momentos que ficam marcados para a história. A lesão de Salah, os frangos de Karius, o golaço de Bale e... a 13ª Liga dos Campeões para o Real Madrid. Histórico.

 

Artigo publicado no site zerozero

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55



Agenda do Real Madrid


Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18


Publicidade



Espectadores