Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Sergio Ramos, 600 jogos com o Real Madrid

por Pedro Silva, em 15.02.19

_AV13597_horThumb.jpg

"Agradeço o carinho e o apoio que fazem com que cada dia me levante com a vontade de continuar a representar como capitão esta equipa”, disse o defesa.

 
Muitos jogadores passam pelo Real Madrid mas muitos poucos fazem história no clube. Este é o caso de Sergio Ramos, que frente ao Ajax, e depois de 14 temporadas a defender o símbolo madridista, alcançou os 600 jogos com a camisola blanca.

Ao terminar o encontro, atendeu os meios de  comunicação e foi questionado por este recorde pessoal. O capitão respondeu: “São muitas recordações. É um enorme sacrifício, esforço constante durante muito anos. Não é nada fácil alcançar os 600 jogos com o meu clube e oxalá possa desfrutar de muitos mais. Agrdeço a toda a gente o carinho e o apoio, que fazem que cada dia me levante com a vontde de continuar a melhorar e continuar a representar como capitão esta equipa”.

O jogo
 “Grande ambiente. Felicitar este grandes adeptos, esta equipa que joga bom futebol com muita personalidade apesar de terem muitos jovens. Sabíamos que o jogo seria difícil, a equipa soube sofrer e não fizemos o melhor jogo da nossa parte. Há que estar juntos e aproveitar os contra-ataques para romper a sua linha de pressão e relativamente a golos levamos dois que são importantes para a eliminatória. O futebol não é só um jogo bonito, há que o saber interpretar e isso hoje o Real Madrid fez muito bem. Criamos espaços no contra-ataque para sair com muita rapidez e aproveitar essa velocidade que temos no ataque.”.

VAR
“Eu sou um grande defensor do VAR e pouco a pouco vai tornar o futebol mais justo. Por vezes foi prejudicial para nós, e hoje um golo que nos anulam era importante. Está para isso. Estou chateado por não jogar a segunda mão. Foi este cartão no final do jogo. Toca a descansar e oxalá façamos um jogo sério para pensar na eliminatória seguinte”.

A lenda de Sergio Ramos começou a 8 de Setmebro de 2005 na sua apresentação oficial com o Real Madrid. Dois dias mais tarde estreou-se, contra o Celta de Vigo no Santiago Bernabéu, e pouco depois marcou o seu primeiro golo, que foi na Champions frente ao Olympiacos. Era só o começo de uma carreira repleta de sucessos. 

Melhores momentos
O minuto 93 da final de Lisboa marca um antes e um depois. Um instante que mudou tudo, uma grande cabeçada que é o reflexo de Sergio Ramos em estado puro. Conquistada a Décima e não satisfeito com isso, repetiu o golo na final de Milão outra vez frente ao Atlético de Madrid antes de levantar a sua primeira Champions League com os galões de capitão. 

493626003.jpg

O seu idílio com as finais prolongou-se e na Supertaça Europeia de 2016 voltou a ser decisivo com outro golo de cabeça nos descontos diante do Sevilha, forçando o prolongamento para mais tarde poder levantar um novo troféu. O Mundial de Clubes é a competição que fecha o círculo, com outros dois tentos de cabeça nas finais de 2014 2018 frente a San Lorenzo e Al Ain.


Títulos
Todos estes momentos decisivos terminaram com a imagem do Real Madrid a levantar uma taça. Como madridista, Sergio Ramos tem um palmarés invejável composto por 20 títulos: 4 Champions League, 4 Mundiais de Clubes, 3 Supertaças Europeias, 4 Ligas, 2 Taças do Rei e 3 Supertaças de Espanha. 
 
Até 51 jogos chegou a disputar o central numa mesma temporada, registo alcançado na 2011/12 e na 2013/14, e actualmente protagoniza a sua época mais goleadora com 11 tentos. Por competições, na Liga disputou 414 encontros, 119 na Champions, 45 na Taça do Rei, 12 na Supertaça de Espanha, 4 na Supertaça Europeia e 6 no Mundial de Clubes.

_1RM3445.jpg

Sérgio Ramos torna-se assim no sétimo jogador a chegar aos 600 jogos em toda a história do melhor clube do mundo depois de Raul (741), Casillas (725), Sanchís (710), Santillana (645), Gento (601) e Hierro (601).

 
Único
O sevilhano também se destacou na sua carreira pelo número de golos, de realçar para um defesa. Ramos fez dos remates de cabeça a sua especialidade e demonstrou sangue frio na marcação de penáltis. Recentemente alcançou os 100 golos como profissional, e com o Real Madrid marcou o impressionante número de 84 tentos. Uns números que o convertem num defesa goleador como poucos, um capitão de lenda e um jogador único. 
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:47

GettyImages-1126532250.jpg

O francês, com o seu segundo bis em quatro dias, e Llorente carimbaram, diante do Girona, a quarta vitória seguida do Real Madrid.

Sem Título.png

O Real Madrid já está nas meias-finais da Taça e continua a coleccionar vitórias e boas sensações. Fá-lo com um nome próprio, o de Karim Benzema. O avançado francês atravessa um momento de forma espectacular e em Montilivi rubricou o seu segundo bis em quatro dias. Além dos seus dois tentos, Marcos Llorente arredondou o triunfo sobre o Girona para 1-3. Os blancos surgem entre os quatro aspirantes ao troféu como maiores goleadores da competição.

As duas equipas protagonizaram um primeiro tempo com bola cá e bola lá, com numerosas chegadas às duas áreas. Granell revelou as intenções dos donos da casa com um remate à trave ao minuto 2. Pouco a pouco, o Madrid foi tomando conta dos acontecimentos e a levar perigo à baliza de Iraizoz. Benzema, muito activo, deu os primeiros sinais, com um remate à meia volta e outra tentativa após receber um bom cruzamento de Carvajal. Depois foi Kroos quem sugiu a rematar do limite da área.

Exibição de Benzema
Aos 26’, Benzema esteve perto de abrir o marcador com um remate cruzado. Foi a antecâmara do 0-1, que surgiu um minuto mais tarde. O francês penetrou na área após uma tabela com Carvajal e bateu Iraizoz. O Girona não se rendeu e testou Keylor por intermédio de Lozano e Granell. Na troca de golpes, Vinicius e Marcelo protragonizaram uma combinação genial que terminou num remate do lateral defendido por Iraizoz. Quando eram os donos da casa quem mais atacava chegou o 0-2. Vinicius cedeu a bola a Benzema, que bisou com uma rosca tão perfeita como a de domingo frente ao Espanhol. O intervalo chegou com uma grande defesa de Navas frente a Stuani.

BENZEMA JÁ É O SEXTO MELHOR MARCADOR DA HISTÓRIA DO REAL MADRID.

O Real Madrid começou o segundo tempo com uma grande vantagem. A sua superioridade nas áreas tinha sido decisiva. Apesar de o ritmo de jogo e a pressão do Girona terem diminuído, os homens de Solari continuaram a procurar a baliza dos anfitriões. A ligação Benzema-Vinicius continuou a causar problemas à defesa adversária até que chegou a hora de distribuir minutos. O autor dos dois golos, Ramos e Vinicius foram cedendo os respectivos lugares a Asensio, Nacho e Bale.

O golo de Llorente
Aos 65’, Asensio obrigou Iraizoz a estirar-se e Lucas Vázquez, no ressalto, deparou-se com o poste. O Girona, que praticamente não tinha importunado Navas na segunda parte, reduziu a desvantagem num contra-ataque finalizado por Pedro Porro (71'). Após um remate de Bale defendido por Iraizoz, surgiu o 1-3. Assinou-o Marcos Llorente, com um remate colocado da zona frontal (76'). Nos últimos compassos do encontro houve oportunidades para ambas as equipas. Raúl Carnero e Bale estiveram perto do golo, mas o marcador não voltaria a funcionar. Quarta vitória seguida e lugar garantido nas meias-finais.

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

h4Thumb.jpg

A equipa blanca enfrenta o último encontro de Janeiro disposta a fazer valer o 4-2 da primeira mão. 
 
Falta apenas um passo para chegar às meias-finais da Taça do Rei e deve ser dado esta noite contra o Girona em Montilivi (20:30, hora portuguesa). Para o conseguir, o Real Madrid deverá fazer valer o 4-2 conseguido há uma semana no Bernabéu, na primeira mão dos quartos-de-final. 

O campeão do mundo tem hoje uma nova oportunidade para voltar a demonstrar o grande momento de jogo e de resultados que atravessa. Os blancos ganharam confortavelmente os seus três últimos encontros e tratarão de vencer o quarto no último duelo deste exigente Janeiro, que fecharão com nove partidas (5 para a Liga e 4 para a Taça).

O REAL MADRID É A EQUIPA MAIS GOLEADORA DA TAÇA (17 TENTOS).

“Queremos fazer um jogo sério como na primeira mão e fechar a qualificação”, argumentou Solari na conferência de imprensa de antevisão. Os madridistas chegam respaldados pela sua condição de equipa mais goleadora da competição (17 tentos em 5 jogos: 3,4 de média por embate) para conseguir o objectivo. 

Bons resultados em Montilivi
Até ao passado fim-de-semana, o Girona encadeava sete jogos invicto no seu estádio e tratará de agarrar-se a essa simbiose com os seus adeptos para dar a volta e apurar-se, pela primeira vez na sua história, para as meias-finais da Taça. O conjunto catalão é, além disso, um dos máximos goleadores da competição, com 10 tentos. Granell e Lozano, com dois cada, são os seus melhores marcadores. Valência, Betis e Barcelona aguardam pelo vencedor desta eliminatória no sorteio das meias-finais. 

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

 

Consulte aqui a Lista de Convocados do Real Madrid CF para este jogo

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:26

Três vitórias em oito dias

por Pedro Silva, em 30.01.19

_PCA9928.jpg

O Real Madrid marcou 10 golos nos triunfos sobre o Sevilha, Girona e Espanhol.
 
Janeiro está na recta final e com o Real Madrid a garantir um alto rendimento. Nos últimos três jogos e em apenas oito dias, os blancos registam uma série de três vitórias e 10 golos marcados, chegando assim motivados para o encontro da segunda mão dos quartos-de-final da Taça frente ao Girona (quinta-feira, 20:30 h portuguesa), no qual encerram o primeiro mês do ano.

Vencendo e convencendo. Foi assim que a equipa de Solari superou os jogos frente ao Sevilha e ao Espanhol na Liga, e ao Girona na Taça do Rei. Por outro lado, o treinador utilizou nesta série uma grande parte dos jogadores disponíveis do plantel, recorrendo a 19 futebolistas. 

Golos
O Real Madrid obteve 10 tentos durante esse período. Tudo começou com o golaço de Casemiro a 30 metros da baliza e frente ao Sevilha, seguindo-se os apontados por Modric e Lucas Vázquez. Ramos e Benzema foram os protagonistas neste item goleador, com três tentos cada e tendo ambos marcado nos dois últimos jogos. Para concluir, refira-se o regresso de Bale após lesão, logrando um golo na sequência de um bonito gesto técnico.
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:12



Agenda do Real Madrid


Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18


Publicidade



Espectadores