Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


_HE24180_horThumb.jpg

O gaulês conquistou o Mundial pelo Real Madrid e pela selecção francesa em 2018.
 
Varane encerrou 2018 com uma fabulosa dobradinha, ao sagrar-se campeão do mundo de clubes pelo Real Madrid e de selecções pela França. A vitória sobre o Al Ain permitiu-lhe vencer o quarto Mundial de Clubes com apenas 25 anos. Além de ter participado em todos os jogos destas quatro conquistas, jogou o tempo todo nas três últimas edições.

GettyImages-999541862_.jpg

Este Mundial junta-se ao logrado ao serviço da selecção francesa no passado Verão e no qual Varane foi um elemento chave. O defesa disputou todos os minutos da prova que teve lugar na Rússia e ainda marcou um golo, nos quartos-de-final. Com estes dois títulos, já faz parte da lista de jogadores madridistas que foram campeões do mundo no mesmo ano pelo Real Madrid e pela respectiva selecção. Antes de Varane, esta dobradinha fora obtida por Karembeu (França, 1998), Roberto Carlos (Brasil, 2002), Khedira e Kroos (Alemanha, 2014).
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:33

Sem Título.png 

Quem quiser pode ler a notícia na íntegra aqui.

 

Não contrario - nem posso – o facto de Florentino Pérez ter conseguido baixar o preço do passe de Tibeaux Courtois. Tenho, inclusive, de dar os parabéns ao Presidente por tal facto dado que se trata (tão somente) do Melhor Guarda-redes do último Mundial de futebol que se realizou na Rússia.

 

O problema é que falamos de uma contratação puramente desnecessária! O Real Madrid CF já estava bem servido de Guarda-redes. Não necessitava, de forma alguma, de ter contratado um atleta que pelo “peso” do seu estatuto e do valor do sue passe vai obrigar a que seja – quase – sempre a primeira escolha de Julen Lopetegui.

 

Ou seja; já não basta o balneário da equipa «blanca» ser muitas vezes o que é, e o seu actual treinador (que tem o feitio que todos conhecemos) tem de ceder á pressão mediática em vez de ser justo na escolha do dono da baliza «merengue».

 

E deste ponto de vista, ponham lá isto como vos aprouver, a contratação de Tibeaux Courtois foi um tremendo desastre.

 

Como tal sou obrigado a concluir que só não existe pior cego do que aquele que não quer ver. Pelos vistos no matutino as são muitos os cegos deste tipo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:20

GettyImages-999459422_Thumb,0.jpg 

Varane proclamou-se campeão com a França após superar na final a Croácia de Modric e Kovacic.
 
A selecção francesa de Varane proclamou-se campeã do mundo após superar na final da Rússia a selecção croata de Modrice Kovacic. O central madridista voltou a liderar a defesa dos comandados por Deschamps para vencerem por 4-2 no encontro decisivo. Por seu lado, os dois médios blancos terminam como vice-campeões do mundo com a sua selecção.  

Final: França-Croácia (4-2) 
Meias-finais: França-Bélgica (1-0)
Quartos-de-final: Uruguai-França (0-2) 
Oitavos-de-final: França-Argentina (4-3)
Fase de Grupos
França-Austrália (2-1)
França-Peru (1-0)
Dinamarca-França (0-0)
A selecção de Varane proclamou-se vencedora do Mundial da Rússia depois de bater a Croácia na final. Varane, que tinha disputado todos os minutos até então, voltou a jogar os 90 minutos. Antes, a França superou a Argentina nos oitavos, o Uruguai nos quartos (com o madridista a marcar um golo) e a Bélgica nas meias-finais. Na Fase de Grupos, a França conseguiu a passagem aos oitavos ao ficar na frente de Dinamarca, Peru e Austrália.  

Final: França-Croácia (4-2) 
Meias-finais: Croácia-Inglaterra (2-1)
Quartos-de-final: Rússia-Croácia (2-2, Penáltis 3-4) 
Oitavos-de-final: Croácia-Dinamarca (1-1. Penáltis:3-2) 
Fase de Grupos
Croácia-Nigéria (2-0}
Argentina-Croácia (0-3)
Islândia-Croácia (1-2)
Modric e Kovacic terminam como vice-campeões do mundo. No jogo decisivo, contra a França, o capitão croata foi titular, ao passo que Kovacic não jogou. Os balcânicos foram primeiros do Grupo D, superando Argentina, Nigéria e Islândia. Depois, ganharam nos oitavos à Dinamarca, superaram nos quartos a Rússia e a Inglaterra nas meias-finais. Modric foi eleito três vezes o melhor homem em campo e marcou dois golos. 

Quartos-de-final: Brasil-Bélgica (1-2)
Oitavos-de-final: Brasil-México (2-0) 
Fase de Grupos
Brasil-Suíça (1-1)
Brasil-Costa Rica (2-0) 
Sérvia-Brasil (0-2) 
O Brasil caiu diante da Bélgica num dos melhores jogos até agora no Mundial. Marcelo recuperou a titularidade na lateral esquerda após recuperar da lesão,enquanto que Casemiro cumpriu o jogo de castigo. 

Oitavos-de-final: Espanha-Rússia (1-1. Penáltis: 3-4)
Fase de Grupos:
Portugal-Espanha (3-3)
Irão-Espanha (0-1)
Espanha-Marrocos (2-2)
A selecção espanhola, com a participação de Ramos, Isco, Carvajal, Asensio e Nacho caiu na lotaria dos penáltis frente ao anfitrião. Os comandados por Hierro chegaram aos oitavos após vencerem o Grupo B na frente de Portugal, Irão e Marrocos. Nacho e Isco marcaram um golo cada um no campeonato.

Fase de Grupos:
Marrocos-Irão (0-1)
Portugal-Marrocos (1-0)
Espanha-Marrocos (2-2) 
Marrocos marcou frente à Espanha os seus primeiros golos no presente Mundial e somou o único ponto no torneio. A selecção de Achraf, que disputou os três jogos, não conseguiu a qualificação no Grupo B da competição.   

Costa Rica-Sérvia (0-1)
Brasil-Costa Rica (2-0)
Suíça-Costa Rica (2-2)
Keylor Navas foi titular nos três jogos do campeonato, e no último, a sua selecção conseguiu um empate contra a Suíça. A selecção costarriquenha, no entanto, não conseguiu avançar de ronda após perder os dois primeiros confrontos frente à Sérvia e ao Brasil.

Alemanha-México (0-1)
Alemanha-Suécia (2-1)
Coreia do Sul-Alemanha (2-0) 
A Alemanha ficou às portas dos oitavos-de-final depois de perder frente à Coreia do Sul na última jornada do Grupo F. A selecção de Kroos, que marcou um golo e foi titular nos três encontros, não conseguiu passar de ronda. 
 
Artigo publivado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:17

Os madridistas que ganharam o Mundial

por Pedro Silva, em 14.07.18

GettyImages-107064335Thumb.jpg 

Varane ou Modric e Kovacic vão fazer parte desta lista no domingo.  
 
O Mundial da Rússia chega ao fim e terá pelo menos um campeão madridista. A selecção francesa de Varane e a croata de Modric e Kovacic vão lutar pelo título na final deste domingo (16:00 h portuguesa). Ao longo da história, 10 jogadores conquistaram um Mundial pertencendo ao Real Madrid. O último a consegui-lo foi Khedira, que levantou o troféu com a Alemanha há quatro anos.

Outro alemão, Netzer, foi o primeiro a ganhar um Mundial na sua etapa como madridista em 1974. Valdano juntou-se à lista 12 anos depois, no Mundial do México, que a Argentina venceu com quatro golos do avançado blanco. Em 1998, a França conquistou o Mundial realizado no seu país com a presença do madridista Karembeu.

A selecção brasileira de Roberto Carlos sucedeu à francesa quatro anos mais tarde, no torneio realizado na Coreia e Japão. O lateral blanco foi das peças chave da sua equipa. E em 2010, a selecção espanhola proclamou-se campeã do mundo com cinco jogadores do Real MadridCasillas, como capitão, Sergio Ramos, Xabi Alonso, Arbeloa e Albiol levantaram o troféu na África do Sul.
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:15



Agenda do Real Madrid


Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18


Publicidade



Espectadores