Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


GettyImages-975513960Thumb,0.jpg

O madridista é o único jogador que marcou três golos na estreia da sua selecção.
 
Cristiano Ronaldo é o melhor marcador do Mundial da Rússia. Uma vez concluída a primeira jornada da Fase de Grupos, o avançado do Real Madrid é o único que fez um hat-trick na estreia. Atrás do português estão com dois tentos Diego Costa, Cheryshev, Lukaku e Kane.

Ronaldo arrancou o campeonato em grande. Grande protagonista do empate a três entre Portugal e Espanha, liderou a sua equipa com uma grande exibição que lhe valeu ser escolhido como melhor jogador em campo. Primeiro transformou um penálti que o mesmo provocou (4’). O segundo foi obtido mesmo antes do intervalo com um disparo de zona frontal (44’). E o último foi um golaço de livre que significou o definitivo 3-3 aos 88’.

Goleador em 4 Mundiais
Com estes três golos, Cristiano igualou Uwe Seeler, Pelé e Klose como os únicos que marcaram em 4 Mundiais. O português estreou-se a marcar no Alemanha 2006 contra o Irão, repetiu quatro anos mais tarde frente à Coreia do Norte na África do Sul, e voltou a marcar contra o Gana no Brasil 2014.
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:37

CR7 e a noite dos disparates

por Pedro Silva, em 18.03.18

imgS620I217055T20180318213605.jpg 

imagem retirada de zerozero

 

Se me pedirem para resumir o jogo do Real Madrid CF diante do Girona FC eu diria tão simplesmente isto: “CR7 em noite de disparates”. A defesa da equipa «blanca» cometeu tantos disparates a nível defensivo que até me custa a aceitar que estamos a falar de jogadores de craveira mundial. Desta vez valeu – mesmo! - a veia goleadora de Cristiano Ronaldo e a capacidade ofensiva dos comandados de Zidane. Não fosse assim e de certeza que eu não estaria aqui a falar de uma goleada «merengue» que mantem o Real na corrida pelo segundo lugar de La Liga.

 

É inacreditável a forma como a equipa madridi9sta concedeu três golos ao Girona. Não estou com isto a retirar mérito algum à equipa treinada pelo talentoso Pablo Machín. E também não estou com tal a dizer que a equipa catalã não conta com atletas de qualidade no seu plantel que podem fazer a diferença para a sua equipa. Muito pelo contrário! Mas a verdade é que hoje o Girona FC marcou três golos nas três ocasiões em que a defesa do Real Madrid CF “meteu água” por todos os lados. E não, a culpa não foi de Navas. A culpa foi de toda uma linha defensiva que tinha a – manifesta! – obrigação de saber que Stuani e Portu não podem, em momento algum, ter liberdade e espaço para poderem explanar o seu futebol.

 

Contudo o mais importante está feito. A equipa de «Zizou» venceu diante dos seus adeptos em pleno Bernabéu e aproximou-se um pouco do Atlético de Madrid que “escorregou” nesta jornada. Convinha era que a equipa voltasse a olhar para a competição interna da mesma forma séria com que olha para os jogos da UEFA Champions League… Nada está assegurado. Este Real Madrid de Zidane que jogue diante da Juventus e Atlético de Madrid da mesma maneira que jogou diante deste “quase europeu” Girona e… Prefiro ficar por aqui, pois quero acreditar que para bom entendedor meia palavra basta.

 

MVP (Most Valuable Player): Cristiano Ronaldo. 4 golos dão a CR7 o segundo lugar na tabela dos melhores marcadores de La Liga 2017/18. O primeiro lugar já só está a 3 golos de distância. Lionel Messi que se cuide pois este “acabado” Cristiano está simplesmente genial e só vai parar quando conquistar o «Pichichi» desta temporada! Para além dos golos marcados, Ronaldo teve ainda tempo para assistir Lucas Vásquez. CR7 is back!

  

Chave do Jogo: Inexistente. Por muito superior que o Real Madrid CF fosse, o brioso e lutador Girona FC acabava sempre por vir ao de cima. Em momento algum as equipas foram capazes de criar um lance que fizesse com que a vitória pendesse, em definitivo, para o seu lado.

 

Arbitragem: Gil Manzano e a sua equipa realizaram uma arbitragem que se pode apelidar de satisfatória. O árbitro deveria ter agido disciplinarmente quando Carvajal e Stuani começaram com as picardias e “bate boca”, mas este optou por não seguir esta linha de actuação tendo, inclusive, protegido em demasia o defesa lateral direito do Real Madrid CF.

 

Positivo: Ataque produtivo. O futebol vive de golos e hoje o Real Madrid CF e o Girona FC seguiram à risca esta máxima. Jogo interessante e empolgante este que madridistas e catalães realizaram e que terá agradado a quem seguiu a partida de forma desapaixonada.

 

Negativo: Dani Carvajal. Dois disparates, dois golos do Girona. Muito intranquilo na sua posição, Carvajal foi hoje o pior em campo. Stuani fez o que quis do defesa lateral direito espanhol.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:01

Golos com História: Hugo Sánchez

por Pedro Silva, em 16.02.18

HUGO-SANCHEZ-007Thumb.jpgNa temporada 1988/89, o avançado mexicano fez um bis para dar a vitória ao Real Madrid contra o Bétis (0-2).

 
O protagonista desta semana em Golos com História é Hugo Sánchez, um dos melhores goleadores da sua época. Chegou ao Real Madrid no verão de 1985 e rapidamente se tornou no ídolo dos adeptos. O avançado mexicano destacou-se pelo remate de primeira e pela facilidade em marcar.
 
Na quarta jornada da Liga o Real Madrid visitou o Benito Villamarín para enfrentar o Bétis. Nesse dia o conjunto blanco conseguiu a vitória graças a um bis do mexicano em apenas 3 minutos (0-2). O segundo dos seus golos foi obtido na concretização de um contra-ataque. Butragueño dominou a bola fora da área e fez um passe por cima do defesa, para a desmarcação de Hugo Sánchez, que controlou em corrida com a cabeça e bateu o guarda-redes.

Hugo Sánchez disputou 282 jogos oficiais com o Real Madrid e marcou 208 golos. O seu grande contributo ajudou a vencer 5 Ligas, 1 Taça UEFA, 3 Taças do Rei e 3 Supertaças de Espanha. Além disso, no plano individual, como madridista conquistou quatro Troféus Pichichi e uma Bota de Ouro.
 
Publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:47

Cristiano Ronaldo marcou um golo em sete jornadas.

transferir.jpg 

Cristiano Ronaldo está a ter um arranque complicado no campeonato espanhol ao serviço do Real Madrid. O internacional português marcou apenas um golo em sete jogos.

 

Porém, CR7 já avisou o balneário, e fez inclusive uma aposta em dinheiro com os colegas, que irá acabar a época como melhor marcador do campeonato. Seja qual for o resultado deste desafio, o montante reverterá para uma ONG.

 

Do outro lado da barricada, Lionel Messi lidera a tabela dos melhores marcadores com 12 golos.

 

in SAPO DESPORTO

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00



Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18