Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


03_3AM8252_HORThumb.jpg 

Os blancos procuram uma nova vitória no seu último jogo na International Champions Cup.
 
A digressão do campeão da Europa está a chegar ao fim. O MetLife Stadium de East Rutherford (Nova Jersey) recebe o último jogo dos comandados de Julen Lopetegui nos Estados Unidos. Depois da vitória sobre a Juventus, os blancos defrontam outra equipa italiana, a Roma, no terceiro encontro na International Champions Cup (quarta-feira, 01:00 horas portuguesas).

O conjunto blanco procurará fechar com uma vitória uma digressão em que defrontou grandes adversários europeus. No primeiro jogo deixou boas sensações diante do Manchester United e no segundo venceu com autoridade a Juventus com uma segunda parte espectacular. Contra a Roma, há que continuar a dar passos em frente na preparação para a Supertaça Europeia no dia 15.

O REAL MADRID VOLTA AO METLIFE STADIUM DOIS ANOS DEPOIS. 

Após chegar às meias-finais da última Champions League, a Roma começou esta pré-temporada com uma derrota diante do Tottenham (1-4) e uma vitória sobre o Barcelona (2-4) na International Champions Cup. "Este jogo é uma oportunidade para continuar a crescer. Defrontamos um adversário mais rodado e que vai obrigar-nos a chegar aos limites', destacou Lopetegui.

Depois de sentir o carinho dos adeptos em Miami e Washington, os blancos fecham a sua estadia nos Estados Unidos no MetLife Stadium. O cenário do encontro com a Roma é conhecido do conjunto blanco, que ali jogou em 2016 contra o Bayern Munique uma partida que terminou com triunfo madridista por 1-0. Dois anos mais tarde, a equipa procura uma nova vitória em Nova Jersey no penúltimo teste antes da temporada oficial. 

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:48

_HE10542_ultraThumb.jpg 

Bale, com um sensacional remate da zona frontal, marcou o primeiro golo do Real Madrid, que foi superior ao campeão italiano.

 

O Real Madrid ganhou de com todo o mérito o segundo jogo da pré-temporada, que parecia complicar-se aos 12 minutos, na sequência do autogolo de Carvajal. A partir dessa altura e até ao final da primeira parte, o domínio pertenceu aos blancos, que estiveram perto da igualdade, aos 25', mas o remate de Bale dentro da área saiu demasiado por cima do travessão. Quatro minutos mais tarde, foi a vez de Isco tentar o empate, tendo o seu disparo, tenso, acabado por não beijar as malhas por muito pouco.


Continuavam a atacar os madridistas e aos 39' obtiveram o merecido prémio. Ceballos recuperou a bola na pressão alta tão comum no estilo de jogo de Lopetegui, tendo Bale, na zona frontal, dominado o esférico ao primeiro toque e ao segundo aplicado um violento e preciso remate. A estirada de Szczesny não evitou o golo. Os merengues podiam chegar ao descanso na frente do marcador: aos 42´, Reguilón fez uma investida interior e o seu disparo de longa distância obrigou o guarda-redes da Juventus a brilhar.

SEGUNDA PARTE ESPECTACULAR DO REAL MADRID.

No regresso dos balneários, Odriozola, Vinicius, Asensio, Lucas Vázquez e Llorente sustituíram Carvajal, Bale, Benzema, Isco e Kroos. E foram precisamente dois dos recém-entrados que, aos 47', se tornaram protagonistas do golo que colocou o campeão europeu em vantagem. O contra-ataque foi rapidíssimo, a assistência de Vinicius foi uma obra-prima e a finalização de Asensio, ao primeiro toque, foi de uma precisão incrível.

Bis de Asensio
Apesar de estarem na frente do marcador, os madridistas continuavam a atacar e a procurar abertas na muralha defensiva italiana. Conseguiram descobrir um pequeno buraco aos 56', quando Lucas Vázquez fez o passe para Asensio, que executou uma finta endiabrada sobre Benatia e superou Szczesny através de um remate de biqueira de recurso. Bis do internacional espanhol, que acabra de entrar apenas onze minutos antes.

A Juventus ainda teve duas oportunidades para reduzir a desvantagem, em jogadas semelhantes, mas Lunin revelou-se um muro e esteve magnífico na primeira delas, ao defender um remate cruzado de Cancelo. Chiellini, num livre ensaiado, foi o obreiro da segunda oportunidade, desviada no cara a cara com o ucraniano. O novo guarda-redes do Real Madrid voltou a ter de recorrer aos seus excelentes reflexos, na sequência de uma preciosa execução de um livre por parte de Bernardeschi, aos 81’. Vitória do Real Madrid no segundo teste de pré-temporada. Segue-se a Roma, na próxima quarta-feira, no MetLife Stadium, sendo o conjunto italiano o último adversário desta digressão estival nos Esztados Unidos.

 

artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:37

3H_HE19763Thumb.jpg 

Os blancos disputam, no FedExField de Landover (Maryland), outro exigente encontro da International Champions Cup.
 
A digressão do campeão europeu prossegue. Depois de ter concluído a primeira parte em Miami, o Real Madrid disputa, no FedExField de Landover (Maryland) o seu segundo encontro da pré-temporada. Os comandados de Julen Lopetegui medem-se à Juventus em mais um exigente duelo integrado na International Champions Cup (sábado, 23:00 hora portuguesa; sábado, 18:00 hora local).

O campeão da Europa defronta o vencedor das últimas sete Ligas italianas. Trata-se de um clássico entre duas equipas que se encontraram em 21 ocasiões na Taça/Liga dos Campeões. Entre elas, as finais da Sétima e da Décima Segunda. Mais um jogo de alto nível em que os blancos têm como objectivo continuar a fazer afinações tendo em vista a temporada oficial, que arranca a 15 de Agosto, com a Supertaça Europeia.

O REAL MADRID JÁ JOGOU NO FEDEXFIELD EM 2009.

Se o Real Madrid enfrenta o seu segundo encontro do Verão, para a Juventus será o terceiro jogo da International Champions Cup 2018. Anteriormente, a equipa orientada por Allegri venceu o Bayern Munique por 2-0 e bateu o Benfica nos penáltis depois de ter empatado a um golo. 

O FedExField receberá o Real Madrid nove anos após a sua primeira visita, que aconteceu em 2009 num jogo contra o DC United. Tal como já sucedeu no Hard Rock Stadium de Miami, o encontro do campeão da Europa em Landover despertou uma grande expectativa. Com o apoio de uns adeptos que continuam a desfrutar ao máximo com a digressão madridista, os homens de Lopetegui irão em busca da vitória em mais um grande jogo. 

 

Artigo publicado no site Real Madrif CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:04

_HE19738_horizontalThumb.jpg 

Benzema marcou o golo dos blancos, que tiveram várias oportunidades para vencer um Manchester United com mais rodagem.

 

O Real Madrid de Julen Lopetegui mereceu mais diante do Manchester United no seu primeiro encontro de pré-temporada. Os blancos, que foram superiores a um adversário com mais rodagem, tiveram oportunidades para, no mínimo, empatar a partida disputada em Miami. O jogo começou com muita velocidade e ocasiões para ambas as equipas. A primeira pertenceu ao United, mas o remate de Mata na pequena área não encontrou a baliza, aos 5'. Três minutos mais tarde, respondeu o Real Madrid numa bonita jogada colectiva, que culminou num cruzamento de Odriozola e um remate de Benzema que saiu à escassos centímetros do seu objectivo. 

 
As chegadas a ambas as áreas continuavam a ser uma constante e numa delas o Manchester United adiantou-se no marcador, aos 18'. Passe atrasado de Darmian e Alexis, de primeira, atirou para o fundo das redes. É antes de se chegar à meia hora os ingleses aumentaram a vantagem. Mata ganha as costas à defesa blanca, cede a bola a Alexis e este assiste, de cabeça, Herrera, que vindo de trás bate Casilla. 

ESTREIAS DE VINICIUS JR, ODRIOZOLA, LUNIN, VALVERDE, JAVI SÁNCHEZ, REGUILÓN E SERGIO LÓPEZ.

O campeão da Europa tentou reduzir a desvantagem com um remate de Bale que saiu à roçar a trave aos 31', mas o prémio chegou na última jogada da primeira parte. Bom cruzamento de Theo e Benzema adiantou-se à defesa para marcar o primeiro golo do Real Madrid 18/19 com um toque subtil.

Oportunidades

 

Lunin, Reguilón, Odegaard e Mayoral substituíram Casilla, Theo, Bale e Benzema após o intervalo, altura em que o Real Madrid aproveitou para ir em busca do empate. Esteve perto de o conseguir aos 57'. Passe atrasado de Reguilón e o remate de Odegaard da marca de penálti saiu alto. Os blancos empurravam o adversário para a sua área e o médio norueguês, num livre descaído, podia ter empatado aos 75'. Lopetegui fez entrar Nacho, Isco, Kroos e Asensio para manter a pressão. Um centro do maiorquino podia ter dado o 2-2 mas o remate de Raúl de Tomás não entrou por pouco. Nos descontos, podia ter sido Nacho a marcar. O seu remate de pé esquerdo da zona frontal roçou a trave mas já não houve tempo para mais. 

 

Artigo publicado nmo site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00



Agenda do Real Madrid


Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18


Publicidade



Espectadores