Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


_HE28342_hThumb.jpg 

O Real Madrid é o clube com mais representantes nesta equipa ideal. 
 
Sergio Ramos, Marcelo, Varane e Modric foram incluídos no Onze Mundial FIFA FIFPro 2018, que foi anunciado durante a gala dos Prémios The Best realizada em Londres. Sergio Ramos foi escolhido pela nona ocasião, após o ter sido em 2008, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017. 

Marcelo aparece nesta equipa ideal pela quinta vez na sua carreira após ter conseguido a nomeação em 2012, 2015, 2016 e 2017, enquanto que Modric foi distinguido quatro vezes consecutivas (2015, 2016, 2017 e 2018). Para Varane, é a primeira vez que faz parte do Onze Mundial FIFA FIFPro. O resto dos integrantes são: De Gea, Alves, Kanté, Hazard, Messi, Mbappé e Cristiano Ronaldo.
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:13

Modric, Prémio The Best Jogador FIFA 2018

por Pedro Silva, em 24.09.18

_HE28353_u.jpg 

“Dedico-o aos meus companheiros do Real Madrid e da selecção”, declarou o médio.
 
Luka Modric levou para casa o Prémio The Best Jogador FIFA 2018 na gala realizada no Royal Festival Hall de Londres. Modric superou na terceira edição deste troféu Cristiano Ronaldo e Salah na votação levada a cabo por um júri composto pelos treinadores e capitães das selecções nacionais, um jornalista especializado que representa cada selecção, e os adeptos de todo o mundo registados em UEFA.com.

Modric conquistou na passada campanha com o Real Madrid a Champions League, o Mundial de Clubes, a Supertaça Europeia e a Supertaça de Espanha, e foi vice-campeão do Mundial da Rússia, onde recebeu a Bola de Ouro como melhor jogador. Além disso, em Agosto recebeu o Prémio Jogador do Ano UEFA 2017/18, e também foi escolhido como melhor médio da passada edição da Liga dos Campeões.

Modric: "É uma honra e uma sensação impressionante"
"Queria dar os parabéns tanto a Salah como a Cristiano, que também se evidenciaram no ano passado e estou seguro que voltarão a estar aqui na luta por este troféu. É uma honra e uma sensação impressionante esta aqui com este troféu".

GOSTARIA DE AGRADECER AO MEU CLUBE, O REAL MADRID, E AOS ADEPTOS O CARINHO E APOIO QUE SEMPRE ME DÃO. 

"Gostaria de agradecer ao meu clube, o Real Madrid, e aos adeptos pelo carinho e apoio que sempre me dão. Este prémio também é vosso. Este troféu é para dedicar aos meus companheiros do Real Madrid, aos meus companheiros da selecção croata e aos meus treinadores: sem vocês não teria sido possível. E também para a minha família, já que sem vocês não seria quem sou hoje, nem como pessoa nem como jogador. São tudo para mim".

Selecção croata
"Obrigado aos adeptos pelo vosso apoio e amor todos os dias. Significa muito para mim. Também a quem votou em mim e agora queria falar dos meus ídolos da geração croata de 1998 em França. Foram a minha inspiração e graças a eles sabia que podíamos alcançar algo importante na Rússia. Oxalá apareça uma geração igual ou melhor. Podemos alcançar o topo com trabalho e fé, e assim conquistar os nossos prémios".

 

Artigo opublicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:04

 

O tento do natural de Maiorca deu a quarta vitória na Liga ao Real Madrid num jogo em que Odriozola se estreou. 

 

Real Madrid derrotou o Espanhol no Santiago Bernabéu e somou a quarta vitória nos cinco encontros da Liga disputados. O golo de Asensio quando terminava a primeira metade cristalizou o domínio dos blancos, que continuam invictos no campeonato.   

Desde o início se viu um Real Madrid dominador, que procurava uma oportunidade para marcar e quando não tinha bola pressionava alto para a recuperar. A primeira ocasião apareceu aos 5’. Centrou Odriozola, que se estreou em jogos oficiais com os blancos, e o remate de Isco desde a marca de penálti não acertou na baliza por muito pouco. Respondeu o Espanhol nove minutos pdepois, quando Piatti finalizou um contra-ataque com um disparo de zona frontal que saiu perto do poste.

Golo psicológico
Passada a meia hora Isco marcou um canto e o remate de cabeça de Casemiro passou a escassos centímetros da baliza. Voltou a responder o Espanhol no minuto 36 e num contra-ataque Hernán Pérez superou Ramos no frente a frente, mas o seu disparo obteve como resposta uma grande intervenção de Courtois. E quando parecia que não ia haver golos antes do intervalo apareceu o tento psicológico de Asensio. O internacional recebeu a bola após um disparo de Modric e a estirada de Diego López não valeu de nada perante o seu tiro cruzado e colocado. A posição de Asensio obrigou a consultar o VAR, que validou o golo madridista.

O REAL MADRID ESTÁ HÁ 39 JOGOS CONSECUTIVOS DA LIGA A MARCAR AO ESPANHOL NO BERNABÉU.

A segunda metade começou com uma ocasião para o campeão europeu. O disparo de esquerda de Modric na pequena área obrigou Diego López a brilhar aos 48’. Um minuto depois Iscoinventou um precioso tiro em arco de zona frontal que roçou o poste da baliza dos visitantes. O golo que ampliava a vantagem resistiria em aparecer e Lopetegui fez entrar Mariano e Lucas Vázquez para os lugares de Benzema e Ceballos.

Imbatíveis pelo segundo jogo consecutivo
Os minutos passavam e aos 65’ podia empatar Borja Iglesias, mas o seu chapéu acertou na trave. A jogada acordou o Real Madrid, que podia ter marcado o 2-0 oito minutos depois. Ramos recuperou a bola no centro do campo, cedeu a Isco e o passe deste com a parte exterior do pé encontrou a cabeça do capitão do Real Madrid. A estética cabeçada encontrou como resposta uma grande estirada de Diego López. De aí até final o Real Madrid soube manter a vantagem e terminou sem sofrer golos pelo segundo encontro consecutivo.  

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:52

 

Após a grande vitória sobre a Roma, os blancos recebem uma das equipas com melhor arranque na Liga (19:45, hora portuguesa). 
 
Regressa a Liga ao Santiago Bernabéu. O estádio madridista recebe a quinta jornada do campeonato apenas três dias depois da exibição da equipa na estreia na Champions diante da Roma. Os homens de Julen Lopetegui retomam a competição doméstica recebendo o Espanhol, equipa que protagonizou um grande arranque de temporada e que começa a jornada na quarta posição. O objectivo é dar sequência às boas sensações e manter o pleno de triunfos em casa para a Liga.

É preciso recuar ao mês de Janeiro para encontrar o último tropeção do Real Madrid no campeonato na condição de visitado. Desde então, a equipa encadeia onze partidas invicta, nove das quais saldaram-se por vitórias. Os blancos estão conscientes da importância de continuar a somar de três em três no Bernabéu e é assim que encaram o jogo desta noite. Tudo isso antes de uma exigente semana em que visitarão o Sánchez Pizjuán e receberão o Atlético de Madrid. 

“O Espanhol é uma equipa muito completa. É o jogo mais exigente dos que tivemos até agora no Bernabéu”, destacou Lopetegui. O técnico não poderá contar com Carvajal para o encontro. O lateral direito foi a única ausência no último treino antes do jogo. Entre os disponíveis encontra-se Gareth Bale, que atravessa um sensacional momento de forma e marcou ou assistiu nos seus dez últimos jogos oficiais. 
 
Grande arranque
O Espanhol visita o Santiago Bernabéu depois de protagonizar um bom arranque na Liga. Os homens de Rubi, que assumiu o comando da equipa neste Verão, somam 7 pontos depois de terem conseguido duas vitórias, um empate e uma derrota. No entanto, o Real Madrid confia no seu histórico recente frente ao conjunto catalão em casa: invicto em 22 partidas para a Liga e nenhum golo sofrido nas últimas quatro visitas ao Espanhol. 

 

Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:47



Agenda do Real Madrid


Calendário

Setembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (26/09/2018)


as (25/09/2018)


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18


Publicidade



Espectadores