Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Os Bolas de Ouro do Real Madrid

por Pedro Silva, em 05.12.18

_HE29823Thumb.jpg

Di Stéfano, Kopa, Ronaldo, Zidane, Figo, Owen, Cannavaro, Kaká, Cristiano Ronaldo e Modric formam esta lista de lendas.
 
A Bola de Ouro 2018 ganha por Modric é só o último exemplo do idílio do Real Madrid com este prestigiado troféu, outorgado pela France Football. Antes do croata outros nove jogadores que vestiram a camisola do conjunto blanco foram reconhecidos com este prémio. O último foi Cristiano Ronaldo, que o conquistou em cinco ocasiões: 2017, 2016, 2014, 2013 e 2008. 

Alfredo Di Stéfano abriu o caminho. O Saeta Rubia, que marcou uma época com a lendária equipa vencedora das cinco primeiras Taças dos Campeões Europeus, foi premiado com a Bola de Ouro em 1957 e 1959. Alem disso, é o único futebolista que foi distinguido com a Super Bola de Ouro para o melhor jogador da história do futebol europeu (1989). Kopa, que partilhou o balneário com Di Stéfano, venceu a distinção em 1958 para corroborar a hegemonia madridista. 

Na lista de Bolas de Ouro madridistas está também Zidane, que venceu o troféu em 1998 sucedendo no palmarés a Ronaldo, que o ganhou em 1997 e repetiu em 2002. A lista fica completa com Figo(2000), Owen (2001), Cannavaro (2006) e Kaká (2007).
 
Artigo publicado no site Real Madrid CF

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:57

2+2=4

por Pedro Silva, em 30.10.18

Infelizmente a matemática é uma ciência exacta. Digo infelizmente porque Florentino Pérez, actual Presidente do Real Madrid CF, gostaria antes que tal soma redundasse ante num tremendo 22 e não no 31 que criou após o término da época transacta.

 

Números à parte, a verdade é que somente Florentino, a sua Direcção e a habitual franja de aficionados «blancos» que não tem pensamento próprio é que acharam que o clube de Madrid seria imune às saídas de Zidane e Cristiano Ronaldo. Este foi o maior erro de Florentino e do Real Madrid CF. Achar-se superior a tudo e todos. De tal forma que os disparates que se cometeram na pré temporada foram mais do que muitos. A actual posição na tabela classificativa da liga espanhola  é - mais um - reflexo do actual estado de coisas na «Casa Blanca».

 

É um facto que os treinadores e jogadores passam e o clube fica. É algo que nem um clube como o Real Madrid pode negar. Contudo todos os períodos de transição querem-se, ou melhor, exigem-se que sejam pacíficos sob pena de se deitar por terra todas as conquistas anteriores. A história recente do clube «merengue» está recheada destes episódios… Episódios que explicam - em grande parte - o domínio do futebol em Espanha pelo FC Barcelona. Florentino e todos os que o rodeiam e com ele trabalham sabem de tal.

 

Fica por perceber a aposta em Julen Lopetegui como sucessor de Zidane no comando técnico de uma equipa que é “somente” tricampeã europeia e do mundo. Lopetegui é um treinador cujo CV é uma desgraça… Ainda hoje o Futebol Clube do Porto, clube que o espanhol treinou durante duas temporadas, está a pagar um preço bem elevado por ter contratado uma pessoa manifestamente incompetente para o desempenho do cargo. Já no que toca a ser despedido com uma “bruta” de indemnização Lopetegui é o melhor do mundo e arredores.

 

Por perceber fica também a tentativa (será?) de colmatar a saída de Cristiano Ronaldo com as entradas de Vinicius Júnior e Mariano Díaz. O primeiro é, tão-somente, um jogador em fase de afirmação. Um jovem atleta internacional brasileiro que tem ainda um longo percurso pela frente no que à habituação ao futebol europeu diz respeito. Mariano é um jogador tão conhecido no mundo do futebol que ninguém deu pela sua discreta passagem pelo Lyon de França. E nem vale a pena voltar aqui a falar na “necessidade” de se terem gasto milhões na contratação de Courtois. Milhões que poderiam ter sido investidos na contratação de Hazard (por exemplo).

 

Tudo isto para que se perceba de vez que a matemática é uma ciência exacta. 2+2 serão sempre 4 e não 22. Florentino (e quem o apoia) pode não gostar, mas tantos disparates juntos só poderiam ter criado o tremendo 31 em que o Real Madrid CF está metido.

45185613_2407139722633057_8671340100753293312_n.pn 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:37

A “cagada” e o pormenor

por Pedro Silva, em 23.08.18

Confesso que é cada vez mais divertido ler as notícias dos ditos Desportivos. Especialmente as suas capas.

 

O problema é que tal exercício deixa de ser divertido quando estes mesmos Desportivos tratam os seus leitores como aquele tipo de pessoa que come gelados com a testa. É nesta triste e enfadonha forma de pensar que se enquadra a capa do jornal “as” de hoje.

2308c97d33.jpg 

E como eu não tenho por hábito comer gelados com a testa, eis que recorri à minha memória e a uma pequena pesquisa no Google. O resultado foi este:

 

«Estou feliz em Paris e tenho mais anos de contrato (válido até 2022). Fico no PSG e sigo o meu caminho. Estou no princípio da minha carreira»

 

Fonte: «A BOLA»

 

Ou seja; aquilo que é apelidado de “jogada de génio de Florentino Pérez” esbarra de frente com a não intenção do atleta em questão de se transferir para o Real Madrid CF.

 

Florentino fez uma tremenda “cagada” ao ter deixado que Cristiano Ronaldo saísse de Madrid. E com Zidane, idem. E esta “cagada” não se corrige por causa de um pormenor.

 

E se não for pedir muito, um pouco mais de respeito para com os adeptos por parte das Redacções dos matutinos desportivos. Amar um clube não é sinónimo de estupidez crónica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:18

Sempre a mesma coisa

por Pedro Silva, em 17.08.18

1708cd4dbd.jpg 

Sempre, mas sempre, que o Real Madrid CF sofre uma derrota pesada diante de um dos seus eternos rivais, a resposta da tal de «prensa» é a do costume: reforços!

 

Não deixa é de ser engraçado que há uns dias atrás esta mesma «prensa» fazia troça do facto de a equipa «blanca» já não precisar de contar com o Melhor Jogador do Mundo para ter marcado três golos ao AC Milan. O facto de tal ter acontecido num jogo de cariz particular era – somente – um pormenor sem importância alguma.

download.jpg  

E mais não digo para não ser acusado de estar a cismar com Julen Lopetegui. Apenas gostaria de sublinhar que é por demais evidente que o Real Madrid CF necessita de reforços (especialmente na linha da frente). Tal é um problema que já Zidane herdou e com o qual foi lidando com maior ou menor dificuldade…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:29



Agenda do Real Madrid


Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

MARCA (19/02/2018)

>

as (19/02/2018)

>

Ballon d'Or France Football 2018


THE BEST FIFA MEN'S PLAYER 2017/18


UEFA Men's Player of the Year 2017/18


Publicidade



Espectadores